Pesquisar
Close this search box.

Polícia Civil prende suspeitos: dois por estupro, um por violência doméstica e um por roubo

Imagem de destaque - Polícia Civil prende suspeitos: dois por estupro, um por violência doméstica e um por roubo
Foto: Divulgação / PCPR.
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Quatro suspeitos foram parar atrás das grades após terem sido presos pela Polícia Civil do Paraná entre os dias 16 e 22 de maio, em quatro ocorrências distintas. Todos os crimes pelos quais os suspeitos são acusados foram cometidos em Araucária, porém uma das prisões aconteceu no estado do Mato Grosso.

O primeiro detido foi um homem de 35 anos, acusado pela prática de violência doméstica e familiar contra mulher. Sua captura aconteceu na quinta-feira (16). O crime pelo qual o suspeito é acusado ocorreu em 2023, motivado por ciúmes.

No domingo (19), a polícia prendeu um homem de 21 anos, condenado judicialmente pelo crime de roubo majorado. O homem estava com um mandado de prisão por sentença condenatória em aberto, expedido pela Vara de Execução Penal do município. O crime foi cometido no ano de 2022, em Curitiba. Ele foi condenado por roubo majorado para cumprir pena de 5 anos de reclusão em regime fechado. Na ação, também foi recuperada a tornozeleira eletrônica que o indivíduo havia rompido anteriormente.

Em conjunto com a Polícia Penal do Mato Grosso, a PCPR prendeu um homem de 54 anos, condenado por estupro de vulnerável, ocorrido no ano de 2018. A captura aconteceu nesta terça-feira (21), no Estado do Mato Grosso. Segundo as investigações, o suspeito se encontrava no município de Água Boa, naquele estado.

A quarta prisão foi de um homem de 43 anos, suspeito de estupro de vulnerável e aliciamento de criança. Ele foi detido preventivamente na tarde de quarta-feira (22). De acordo com as investigações, ele é acusado de praticar estupro de vulnerável e aliciamento de criança. O procedimento, iniciado no ano de 2021, está sob segredo de justiça. O autor já possuía outro mandado de prisão cível por descumprimento de obrigação alimentar no valor de R$ 42.383,90, expedido pela Vara de Família e Sucessões de Araucária.

Todos os quatro detidos foram encaminhados ao sistema penitenciário para as medidas cabíveis e seus nomes foram mantidos em sigilo pela polícia.

DENÚNCIAS

A PCPR solicita a colaboração da população com informações que auxiliem em casos de violência sexual contra crianças e adolescentes e violência contra a mulher.

As denúncias podem ser feitas de forma anônima pelos números 197, da PCPR, ou 181, do Disque Denúncia. Se a violência estiver ocorrendo naquele momento, a Polícia Militar deve ser acionada por meio do telefone 190.