Ivo confessou ter ateado fogo, mas disse não saber que Douglas estava no carro
Ivo confessou ter ateado fogo, mas disse não saber que Douglas estava no carro

download
Ivo Marcos Moraes de Lima, 21 anos, confessou ter atea­do fogo no Fiat Uno que foi encontrado abandonado e em chamas na madrugada do dia 18 de junho na rua Manoel Torquato da Rocha, no jardim Planalto. Dentro do carro, no banco de trás, estava o corpo de Douglas Antônio Amaral, 36 anos, que foi totalmente consumido pelas chamas. Segundo a Polícia Civil, familiares teriam dito que Douglas esta­ria embriagado e por isso decidiu dormir dentro do carro.

Ainda conforme a polícia, Ivo foi preso em sua casa, na região do Planalto, horas depois do crime. Ele foi denunciado por uma testemunha e quando detido, confessou ter colocado fogo no carro, no entanto, disse que não sabia que havia alguém dentro. A polícia falou também, que até o momento, não foi possível comprovar se Ivo e Douglas se co­nheciam ou se teriam alguma desavença.

O suposto autor da morte de Douglas também é suspeito de envolvimento em outro homicídio ocorrido em Araucária e tem várias outras passagens pela polícia, uma delas inclusive, quando menor. Ele foi autuado por homicídio e permanece detido na carceragem da DP local.

FOTO: ALEXANDRE XAVIER/COLABORAÇÃO

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp