Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Breu: Praça passou o Natal e o Ano Novo no escuro
Breu: Praça passou o Natal e o Ano Novo no escuro

A Praça Vicente Machado, principal praça de Araucária e um dos cartões postais da cidade, por onde passam milhares de pessoas todos os dias ficou sem luz por cerca de duas semanas e, pasmem, a alegação da Prefeitura, responsável pela manutenção do local, é a de que “não sabia” do problema, que “não foi avisada” da escuridão que tomou conta do espaço que abriga a Igreja Nossa Senhora dos Remédios, principal símbolo da religião católica no Município.

O problema só foi resolvido esta semana, depois que – na terça-feira, 6 de janeiro – nossa reportagem comunicou a Secretaria Municipal de Urbanismo (SMUR), responsável pelo setor de iluminação pública, sobre o breu existente na região, onde ao seu redor estão a maioria das agências bancárias de Araucária.

Inicialmente, a SMUR informou que resolveu o problema na quarta-feira mesmo (7). No entanto, naquela noite, quando nossa reportagem passou por ali, por volta das 22h, havia luz apenas na metade de cima da Praça, do lado voltado para o Banco HSBC. O “meio breu” durou toda à noite, pois quando O Popular voltou ao local às 5h40 de ontem (8) a situação era a mesma.

Novamente, coube ao O Popular comunicar a Secretaria de Urbanismo que eles não fizeram o serviço direito. Surpresos, eles disseram que a equipe retornaria à Praça para ver o que havia acontecido. Na tarde de ontem, a informação era a de que agora – finalmente – a iluminação do local havia sido consertada.

Qual a razão do problema?

Quem tem um pouco de memória, deve se lembrar de que esta não é a primeira vez que a Praça da Matriz fica às escuras. Mas, qual a razão disso? De acordo com o secretário de Urbanismo, Elias Kasecker, o erro foi cometido quando o espaço foi reformado, entre 2011 e 2012. “O material utilizado ali não foi o adequado e, com isso, toda vez que chove um pouco mais forte, os disjuntores desarmam e a Praça fica no escuro”, explica.

A solução para o problema, conforme Elias, seria refazer toda a parte elétrica da Praça. Isso, porém, não seria possível no momento por questões orçamentárias. Logo, o que será feito agora é apenas é a troca do redimensionamento da iluminação. Com isso, ao invés de dois disjuntores, haverá quatro. A tendência é que, com isso, os problemas diminuam.

Luzes da Praça só voltaram a funcionar ontem
Luzes da Praça só voltaram a funcionar ontem

População não liga

Embora nada pareça justificar o fato de que a praça central de Araucária tenha ficado mais de duas semanas às escuras, Elias também disse que não houve nenhum comunicado à SMUR de lojistas ou mesmo moradores do entorno da Praça sobre o apagão. “As pessoas precisam nos comunicar dos problemas. Na própria fatura de energia elétrica consta o número do nosso setor de iluminação pública”, orienta.

Elias afirmou ainda que a Secretaria de Urbanismo faz rondas para verificar a existência de problemas, mas devido ao tamanho da cidade, que contempla mais de 1.200 quilômetros de vias e 16 mil lâmpadas nem todos os problemas podem ser identificados sem a ajuda da população.

Então, pessoal, anotem aí, se você ver alguma lâmpada apagada nas ruas ou praças da cidade, dê uma ligada para o número 3614-1453 e solicite o reparo.

Texto: Waldiclei Barboza / Fotos: Divulgação / Marco Charneski

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM