Prefeitura investirá R$ 10 milhões na contratação de mais de 70 mil exames

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) publicou esta semana um mega edital de chamamento de clínicas particulares de Araucária e região interessadas em realizar exames especializados para os pacientes que estão aguardando na fila do SUS.

De acordo com este edital, todas as clínicas interessadas poderão se credenciar para realizar esses exames. Não se trata de uma concorrência em que vence quem oferecer o menor preço pelo exame. Muito pelo contrário. Pelas regras do credenciamento, qualquer clínica de saúde que reúna a documentação necessária para contratar com o poder público e concorde em executar o serviço pelo preço que consta na tabela elaborada pela SMSA fica habilitada para o trabalho.

Conforme o secretário de Saúde, Bruno Rodelli Mendes Fontes, a publicação do edital de credenciamento e sua ampla publicidade para todas as clínicas da cidade e região foi a forma encontrada pela Prefeitura para, em conjunto com a rede pública, dar maior agilidade a demanda represada desses exames. Ao todo, o edital publicado prevê a oferta de 154 tipos de exames, inclusive os de alto custo. A reserva financeira para execução desse mutirão é de até R$ 10,1 milhões. Se executado completamente, serão contratados mais 70 mil procedimentos.

Entre os exames incluídos nesse edital estão 8 mil eletrocardiogramas, 5 mil mamografias, mais de 2 mil radiografias de coluna e outras 2.180 radiografias de joelho, 1.513 radiografias de mão e 1.673 de pé, além de quase 5 mil radiografias de tórax. Só testes ergométricos previstos são 1.532. Há ainda a disponibilidade de até 1.828 tomografias computadorizadas de tórax e outras 1.706 de crânio. Já as ultrassonografias de abdome pretendidas são 2.267 e 1.256 do aparelho urinário. Num esforço extra para dar a devida atenção à saúde da mulher estão previstas também 5.388 ultrassonografias vaginal. Os chamados exames de alto custo também estão previstos nesse edital, como a ultrassonografia com punção para biópsias, que tem preço unitário de R$ 1.053,63. Há ainda a inclusão de tomografia por emissão de pósitrons, que custa R$ 3.600,00 cada. Ressonâncias magnéticas, que custam R$ 1.600,00 e endoscopia com sedação para crianças, que tem custo de R$ 1.300,00, entre tantos outros.

Demanda

Conforme previsto no edital, a prestação desses serviços pelas clínicas particulares credenciadas somente poderá se dar para procedimentos previamente agendados pela Central de Regulação Ambulatorial (CRA), mediante a apresentação de documento de identificação com foto do paciente e a confirmação da Guia de Encaminhamento, disponibilizada no sistema da SMSA. Ou seja, para o cidadão nada muda, a não ser que o exame dessa vez vai sair. A porta de entrada para realização desses procedimentos segue sendo a unidade básica de referência do usuário.

Edição n. 1359

Compartilhar
PUBLICIDADE