Não é de agora que os moradores de Araucária reivindicam a construção de passarelas ao longo do perímetro urbano da Rodovia do Xisto. Da mesma forma, não é de hoje que gestões e mais gestões alardearam que construiriam os equipamentos.

Ao longo dos últimos vinte anos, por exemplo, foram vários os prefeitos e secretários municipais que viajaram a Brasília e voltaram dizendo que haviam conseguindo os recursos para construção dessas travessias com Ministério A ou deputado B. A verdade, porém, é que até hoje nenhuma das benditas passarelas foi construída.

E, sem passarelas, no decorrer dos anos, várias foram as vidas perdidas ao longo da Rodovia do Xisto. Pessoas que se arriscaram atravessando a BR-476 e acabaram morrendo atropeladas.

Agora, porém, finalmente existe uma ação mais concreta do poder público para construção dessas passarelas. Para isso, no entanto, o prefeito Hissam Hussein Dehaini (Cidadania) desistiu de esperar emendas parlamentares ou recursos do Governo Federal para as obras e determinou que a Secretaria Municipal de Obras Públicas (SMOP) elaborasse os projetos e os licitasse com recursos que estão sob a tutela do Município.

Com a missão em mãos, a Secretaria de Obras foi a campo e identificou a necessidade de construção de quatro passarelas. Os orçamentos iniciais estimam que cada uma custará R$ 3 milhões. Os projetos e autorizações para a licitação já estão quase prontos e a expectativa é a de que até o final deste ano já haja a definição de quem irá construí-las.

Os recursos para as obras serão próprios do Município, mas antecipados junto à Caixa Econômica Federal por meio do programa FINISA. As passarelas terão estrutura mista, com parte metálica e a outra em concreto armado. Os projetos preveem ainda rampas de acessibilidade e escadas de acesso, com cobertura em telha metálica e tela de proteção em todos os perímetros da travessia.

Uma das passarelas será executada nas proximidades do cruzamento da Rodovia do Xisto com a Avenida Independência, na região Central, bem perto do terminal rodoviário. A outra será construída nas proximidades do Hipermercado Condor. A terceira será erguida no trecho próximo ao Hospital Municipal de Araucária (HMA) e a terceira na região do bairro Chapada, próximo a FEMSA/Coca-Cola;

De acordo com Hissam, essas passarelas trarão mais segurança aos pedestres que precisam atravessar a Rodovia do Xisto, principalmente trabalhadores que diariamente têm que se locomover entre um lado e outro da BR para chegar ao trabalho e voltar para a casa. “A aprovação desses projetos é um pouco mais demorada porque precisamos da autorização do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes), já que a rodovia é federal. Mas agora a Secretaria de Obras já está concluindo toda a documentação necessária e vamos dar início a licitação o quanto antes. Os recursos já estão garantidos. E vamos poder fazer mais esta importante obra graça ao apoio da nossa base na Câmara, que aprovou a autorização no ano passado para que contratássemos essa linha de financiamento do FINISA”, pontuou.

Conforme o secretário de Obras Públicas, Fabiano Mello, o preço estimado de cada uma das passarelas ainda pode sofrer alteração, mas deve ficar na casa dos R$ 3 milhões, podendo haver algum tipo de desconto dependendo da concorrência entre as empresas interessadas na concorrência. “Nossa equipe de técnicos está debruçada sobre esses projetos para concluí-los o quanto antes, até porque o prefeito determinou que façamos a licitação das quatro passarelas o mais rápido possível”, afirmou.

Prefeitura vai bancar construção de passarelas na Rodovia do Xisto, O Popular do Paraná
Foto – Marco Charneski

Texto: Waldiclei Barboza

VEJA TAMBÉM

Compartilhe