Previsões

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

“China e Rússia estão dando exemplo de autonomia e estão tendo sucesso desvinculando-se do dólar suas economias evitando achaques futuros”.
“Em breve teremos uma crise global porque a comida e a energia estão subindo. Isso é percebido no aumento dos preços de alimentos e petróleo projetado pelos Estados Unidos nas sanções que o presidente Biden impôs a Rússia. É a inflação de Biden”, afirma Michel Hudson.
O Federal Reserve vai tornar caro o dólar, dificultando países estrangeiros que necessitam pagar empréstimos dolarizados. “O Brasil e outros países têm enormes dívidas externas vencidas”. Como esses países poderão importar gasolina e alimentos e ainda pagarem suas dívidas? Algo deverá ceder. Você tem Rússia e China dizendo que estão dispostas a exportar alimentos e energia, mas isso contradiz interesses dos EUA e, portanto, os interesses daqueles oligarcas que governam o Brasil e querem permanecer no poder sob a proteção dos EUA ficarão expostos.
Será que a população brasileira vai passar fome e no escuro deixando cair seu padrão de vida, se endividando e perdendo suas casas? Ou será que agirá politicamente para não pagar a dívida externa dos ricaços? A classe dominante através da mídia vai dizer que o país precisa pagar a dívida. O que eles não dirão, porém, é que são eles os proprietários desses fundos, que estão localizados em offshores ocultas no exterior. “Essa guerra de classes acontecerá no Brasil e vai realmente ganhar força nos próximos meses”, reitera o autor.
Por fim, Hudson afirma que a classe bancária tentará manter Lula em rédea curta. Ele sabe que foi derrubado antes pela interferência corrupta dos EUA e terá que encontrar uma maneira de se proteger, mas precisará do apoio de alguns elementos do exército, porque no final vai ser sobre quem controla as Forças Armadas. “Ele terá que limpar o exército e, em certo ponto, terá que enfrentar as classes altas como o próprio inimigo interno do Brasil, o que é extremamente difícil de fazer sem sofrer um golpe de estado”, concluiu o economista. E ainda tem golpista candidato.

Previsões
Previsões 1
Compartilhar
PUBLICIDADE