Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Foto: Marco Charneski

Está chegando o período conhecido como Black Friday (sexta-feira negra) que promete promoções bem atrativas para os consumidores, principalmente para compras on-line. O Procon de Araucária aproveita para fazer alguns alertas aos consumidores para que possam fazer bons negócios e não se arrependam depois.

“Desconfie de preços muito baixos, pois apesar de haver promoções reais, o período pode ser aproveitado para golpes. Além disso, verifique se o produto adquirido é novo ou de mostruário e se tem alguma avaria. O consumidor precisa ter ciência dessas informações na hora da compra”, alerta a diretora do Procon de Araucária, Sâmara Arruda. 

Outra orientação é planejar uma compra para não perder o foco em meio a muitos anúncios de ofertas. Ultrapassar a capacidade financeira pode trazer endividamento e consequentemente inscrever o consumidor em serviços de proteção ao crédito (como Serasa e SPC). O planejamento envolve também acompanhar a evolução dos preços do produto visado para que se saiba se realmente houve algum desconto no dia prometido. Se a pessoa não conseguiu fazer isso por conta, pode utilizar sites de busca de preços que mostram o histórico dos valores anunciados e inclusive comparam em várias lojas. Um aplicativo recomendado por profissionais do Procon de Araucária é o Menor Preço*.

É importante também verificar se as lojas são confiáveis. “Optar por lojas mais conhecidas, olhar a reputação em sites de reclamação, evitar comprar em banners que aparecem nas mídias sociais e perguntar a conhecidos que já compraram no local. Nessa época golpistas costumam aproveitar e fazer sites falsos e depois desaparecem, então é necessário atenção”, avalia Sâmara. Outra dica nesse sentido é dar preferência a plataformas que exigem confirmação do recebimento da mercadoria pelo consumidor antes de liberar o dinheiro para o vendedor. Ou seja, se não houver entrega, não há pagamento. 

A hora do pagamento também requer alguns cuidados. Existem bancos que fornecem um cartão virtual que é gerado a cada compra do cliente, dificultando roubo de dados e clonagem de cartão. Se o pagamento acontecer por meio de boleto, recomenda-se olhar o beneficiário do pagamento e verificar se coincide com a razão social da empresa contratada.

Nem todo mundo sabe, mas as compras pela internet estão resguardadas pelo direito do arrependimento, conforme o artigo 49 do Código de Defesa do Consumidor. Pode ser por algum defeito existente no produto ou simplesmente pela vontade do cliente de desistir da compra. Nesse caso a compra deve ser cancelada em um período corrido de até 7 dias após o recebimento do produto para que haja ressarcimento do valor investido. Para as compras realizadas presencialmente, o CDC estabelece que as lojas não são obrigadas a trocar produtos que não apresentem defeito, apesar de muitos estabelecimentos adotarem a prática como cortesia para fidelizar o cliente.

A quem recorrer

O consumidor pode registrar ocorrências pela plataforma http://consumidor.gov.br/. Se o fornecedor denunciado não estiver cadastrado no sistema, o Procon pode ser acionado. O Procon de Araucária atende mediante agendamento prévio de segunda a sexta-feira, das 8h às 14h. Telefones para contato:  0800 643 2834  ou 3614 1786. A sede do Procon em Araucária fica localizada na Rodovia do Xisto, 5815 (anexo ao Sine/Agência do Trabalhador).


*O Menor Preço é um programa que permite ao usuário pesquisar o menor preço de um produto em mais de 100 mil estabelecimentos participantes. As informações são atualizadas em tempo real toda vez que um estabelecimento realiza uma venda e ajuda o consumidor a encontrar os menores preços na região.
– Download Sistema Android (CLIQUE AQUI)
– Download Sistema IOS (CLIQUE AQUI)

Texto: PMA

VEJA TAMBÉM