Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

A comemoração aconteceu no Centro de Convivência, com 60 formandos
A comemoração aconteceu no Centro de Convivência, com 60 formandos

Tímida e preocupada com seu primeiro emprego, Patrícia da Silva ingressou no Programa Adolescente Apren­diz em 2007 na espe­rança de conquistar seu espaço no mercado de trabalho. A experiência deu certo e hoje ela está entre os 1.278 alunos que passaram pelo projeto e valorizam a oportunidade que tiveram. “Eu entrei com apenas 14 anos e estava cheia de receios por ser meu primeiro emprego. Além disso, a rotina de trabalho e estudo foi intensa, mas valeu a pena”, garante a jovem, que atualmente trabalha como técnica de qualidade, e está há oito anos na mesma empresa.

Assim como ela, a araucariense Crislaine Czarneski também participou do curso de aprendiz e completou nove anos de atuação na companhia que a contratou. “Aprendemos a conciliar a teoria com a prática do dia a dia. Hoje percebo o quão importante foram algumas coisas que aprendi e que, na época, pareciam simples”, relata.

Com resultados como esse, o Programa Adolescente Aprendiz tem se solidificado na cidade de Araucária e este ano completa sua primeira década de atuação. Inclusive, a comemoração do sucesso aconteceu na última quinta-feira, 9 de julho, durante a formatura de uma turma de 60 alunos, realizada no Centro de Convivência.

De acordo com a Secretaria de Assistência Social, quatro jovens dessa turma foram efetivados nas empresas e os alunos que apresentaram melhor de­sempenho acadêmico e comprometimento com o curso ainda receberam uma bolsa de estudos. “Os contemplados foram Karl Harder, Gabriel Fermino de Almeida e Anderson Rufino de Carvalho”, informa.

Os alunos de destaque no programa também ganham bolsas de estudo
Os alunos de destaque no programa também ganham bolsas de estudo

Além disso, os formandos que não mantiveram vínculo empregatício aproveitaram o período de aprendizado. “É uma oportunidade de desenvolvimento pessoal e profissional. Vemos que muitos entram tímidos e saem desenvoltos, sabendo trabalhar em equipe e com outras qualidades que os diferenciam no trabalho. Temos orgulho de fazer parte do sucesso desse projeto”, comenta Anapaula de Borba Gehring Rudolf, analista de recursos humanos da empresa Gelopar.

O gerente do Senai de Arau­cária, Fabrício Luz Lopes, também valoriza o programa e agradece o empenho de todos que participam dele. “Foram 10 anos de muito trabalho e resultados expressivos. E, para isso, contamos com a interação de muitos alunos, que precisamos reconhecer e agradecer. Então, fica registrado o nosso muito obrigado”, finaliza.

Conheça o projeto

O Adolescente Aprendiz é uma parceria entre a Secretaria de Assistência Social, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e 39 empresas. A iniciativa prioriza adolescentes com idade entre 14 e 18 anos incompletos, que desenvolvem 704 horas de curso no período de um ano e meio e adquirem a oportunidade de atuar como aprendizes nas empresas com a prática profissional e o cumprimento da grade curricular de curso do Senai.

Texto: Raquel Derevecki e Assessoria

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM