Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Uma denúncia anônima feita à Polícia Militar na tarde deste sábado, 4 de março, levou à prisão de quatro rapazes que estavam em posse de arma de grosso calibre. A abordagem aconteceu na rua Xingu, na região do jardim Shangri-lá. Dois dos detidos já tinha passagem pela polícia.

Segundo informações repassadas pelo comando da PM em Araucária, a denúncia foi repassada à equipe da P2, que solicitou o apoio RONE em virtude do tipo de armamento que estaria em posse da quadrilha. Ao chegarem ao local, os policiais avistaram um veículo Ônix, de cor preta, que tentou, sem sucesso, empreender fuga. Na revista ao carro, debaixo do banco foram encontrados um carregador de fuzil e outras 29 munições.

Ainda durante a operação, enquanto o Ônix era vistoriado, três outros homens também tentaram fugir pulando muros. “Quando eles viram os policiais fazendo revista, começaram a pular os muros, uma senhora gritou de dentro de casa e os encontramos na parte dos fundos”, detalhou um dos policiais que atendeu a ocorrência.

Após concluir a revista no Ônix, os policiais foram dar uma olhada no outro veículo, um Fiat Linea, com placas de Terra Roxa/PR. E lá estava a cereja do bolo da operação. Estrategicamente escondido dentro do banco dianteiro um fuzil desmontado, marca UTG Pró Colt, calibre 5.56. “Ele estava escondida dentro de um dos bancos. Todos foram presos, mas eles não confessam, falam que correram simplesmente porque se assustaram”, acrescentou

Após a revista nos dois veículos, a polícia ainda vistoriou a casa de um dos presos e ali encontrou mais munições e duas placas de veículos, as quais constavam como furtadas no sistema da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SESP). Diante dos fatos, o quarteto foi preso e entregue aos cuidados da Delegacia de Polícia Civil de Araucária. 

 

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM