Pesquisar
Close this search box.

Réu vai a júri nesta 5ª feira (26) por ameaçar o vizinho e tentar matar a esposa e seus dois enteados

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Faltando menos de uma semana para completar cinco anos do crime, o Conselho de Sentença do Tribunal do Juri de Araucária vai julgar nesta quinta-feira (26/10), o réu Valdair Rodrigues da Silva, que responde por tentativa de homicídio em liberdade. Ele é acusado de invadir a casa do vizinho e ameaça-lo de morte, depois tentar matar os dois enteados e a esposa.

Na noite do dia 2 de novembro de 2018, Valdair invadiu a casa do vizinho, localizada na Av dos Pinheirais, bairro Capela Velha, armado com uma faca. Segundo consta no boletim de ocorrência da Polícia Militar, ele estava embriagado e tomado pelo ciúme, ameaçou o vizinho de morte e depois saiu, indo em direção à sua casa, que fica no mesmo terreno. Ao chegar, quebrou tudo que havia na residência e ainda teria danificado o veículo da família que estava na garagem.

Segundo consta nos autos do processo, naquele dia Valdair tentou matar a enteada, apertando seu pescoço e jogando-a ao chão. Em seguida, usando uma faca de cozinha, tentou esfaqueá-la nas costas e somente não logrou êxito em matá-la porque o irmão, também seu enteado, interveio em sua defesa. Nessa tentativa, o enteado acabou levando uma facada no braço.

Segundo apurado, os irmãos teriam saído em defesa da mãe, esposa de Valdair, pois ele a havia trancado na residência e ameaçava matá-la. Ainda conforme a denúncia do Ministério Púbico, o réu teria tentado matar a esposa, jogando-a ao chão e desferindo golpes de faca em seu braço, tórax e abdômen, e só não consumou o homicídio por intervenção dos filhos da vítima.

O crime, segundo apurado nas investigações, teria sido motivado por ciúmes, já que Valdair acreditava que a esposa o estava traindo com o vizinho, o qual ele ameaçou de morte. Quando a Polícia Militar chegou na casa, Valdair estava escondido no forro. Os policiais pediram que se rendesse, mas ele se negou, e na tentativa de fugir, pulou do forro e caiu, machucando a testa. Na ocasião, ele foi detido e encaminhado à Delegacia de Polícia.

Edição n.º 1386