Rifa Solidária Animal entra na sua 4ª edição e números já estão à venda

O valor arrecadado com a rifa será revertido paras os protetores de animais. Foto: divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Rifa Solidária Animal entra na sua 4ª edição e números já estão à venda
O valor arrecadado com a rifa será revertido paras os protetores de animais. Foto: divulgação

Os protetores independentes de animais são heróis de verdade, que se dispõem a ajudar e a socorrer os bichinhos, mesmo encontrando dificuldades financeiras para lidar com tantas situações de abandono e maus tratos que encontram pela frente. Mesmo sobrecarregados, nunca deixam se socorrer um animal em dificuldades. É um trabalho louvável, que precisa continuar, por isso é muito importante que a população colabore. E um desses colaboradores assíduos é o Fabiano de Oliveira Reis, que há quatro anos vem organizando a Rifa Solidária Animal, com intuito de angariar fundos e ajudar os protetores nesse trabalho de resgate e cuidados com os animais.

A 4ª edição da rifa já está em andamento e este ano serão sorteados 10 prêmios. Isso mesmo! São 10 chances de ganhar, além de estar contribuindo com uma excelente causa. Cada número custa apenas R$ 5,00 e pode ser adquirido diretamente com os protetores de Araucária, Curitiba, Campo Largo e São José dos Pinhais. Os prêmios são os seguintes: 1º vale compras de R$ 700,00 da Relojoaria Aliança, 2º vale de R$ 350,00 da Nutrisul, 3º vale de R$ 300,00 da Ótica Vitória Régia, 4º vale de R$ 200,00 da Vila Romana Calçados, 5º vale de R$ 200,00 da Loja Luxo Urbano, 6º vale de R$ 200,00 da Panificadora Bela Vista, 7º vale de R$ 100,00 da Zulli Cosméticos, 8º vale de R$ 100,00 da Regina Presentes, 9º kit de bebidas artesanais Levaki e 10º banho e tosa completo no Salão do Animal. O sorteio acontecerá no dia 26 de setembro, ao vivo, na página do Jornal O Popular, no Facebook.

“A rifa solidária fez sucesso desde a sua primeira edição. Tive a ideia de lançar esse projeto após conversar com vários protetores da cidade e perceber que eles vivem endividados, que resgatam muitos animais, alguns atropelados, outros doentes, chegam a resgatar ninhadas inteiras, e se desdobram para cuidar de todos, pagar exames, cirurgias, remédios, rações, isso até a adoção. Fui escoteiro por seis anos e, particularmente, sempre apaixonado pela causa. No início ajudava comprando rifas que as protetoras organizavam, mas depois percebi que poderia ajudar mais, e veio a ideia da Rifa Solidária”, relata Fabiano.

Na primeira rifa que organizou, ele precisou bancar parte do único prêmio sorteado e do material de divulgação. E não é que deu certo? “Imprimi mil números da rifa e entreguei para as protetoras venderem. Elas venderam tudo! Atualmente as rifas seguem esta mesma logística, eu organizo, corro atrás dos prêmios, cuido da impressão dos bilhetes e repasso para os protetores venderem. Os comerciantes que apoiam o projeto também sempre dão descontos no valor dos prêmios, porque no final das contas, eles também acabam divulgando seus comércios. Também temos um capital de giro, para que ninguém precise desembolsar nenhuma quantia, além do que for arrecadado com as vendas. O protetor reembolsa 50 centavos do valor de cada número vendido, com isso pagamos os prêmios e as despesas da gráfica e o lucro é revertido para o trabalho dos protetores”, explica Fabiano.

Serviço

Se você quiser obter mais informações sobre a Rifa Solidária Animal, ou pretende adquirir um número, entre em contato pelo fone (41) 99698-3939. A chave PIX para o pagamento da rifa é o e-mail fabiano4dog@gmail.com

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1278 – 09/09/2021