Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Rosane com o diretor de O Popular, Carlos do Valle
Rosane com o diretor de O Popular, Carlos do Valle

Deputada Federal até o dia 31 de janeiro deste mês, Rosane Ferreira (PV) já decidiu para onde vai a partir de fevereiro: trabalhar numa unidade básica de saúde de Araucária, carinhosamente chamado de postinho. A informação foi confirmada esta semana pela própria parlamentar, que esteve na Redação do jornal O Popular na última terça-feira, 6 de janeiro, para entregar um material de prestação de contas de seu mandato em Brasília.

Embora para alguns possa parecer natural esse retorno, já que cargos eletivos são sempre temporários, na prática não é bem isso o que acontece. Normalmente, quando a pessoa ocupa uma função dessas por muito tempo, ela jamais retorna ao posto de origem. Acaba emendando mandato após mandato e quando – eventualmente não se reelege – acaba arrumando um carguinho em comissão numa administração pública qualquer.

Durante a visita, Rosane disse que, depois de passar oito anos ininterruptos ocupando cargos eletivos (ela foi deputada estadual entre 2007 e 2010 e deputada federal entre 2011 e 2014), ela “voltará para casa” e reassumirá a função pública de enfermeira da rede municipal de saúde. “A partir de fevereiro reassumirei meu cargo público na Prefeitura de Araucária. Sou funcionária concursada no Município há trinta anos e sempre exerci a função até ser eleita deputada estadual, em 2006”, comentou. Segundo a deputada, ela não sabe ainda em qual centro de saúde irá trabalhar, mas que – seja qual for ele – exercerá sua função de enfermeira com muito orgulho e dedicação.

Segundo apurou nossa reportagem, Rosane recebeu convites para continuar trabalhando em Brasília, em órgãos vinculados ao Governo Federal e até a organizações internacionais, mas preferiu retomar sua carreira na Prefeitura de Araucária. Questionada se a decisão tem a ver com uma possível intenção de ser candidata à prefeita da cidade nas eleições de 2016, a parlamentar disse que não sabe se disputará ou não o comando do Município no ano que vem. “Ainda é cedo para pensar nisso. Por enquanto, o que sei é que vou reassumir meu cargo na Secretaria Municipal de Saúde e me dedicar um pouco mais a minha família”, despistou.

Texto: Waldiclei Barboza / Foto: Everson Santos

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM