Araucária PR, , 14°C

Sanepar amplia programa de saneamento rural para 10,8 mil pessoas de 25 cidades da RMC, incluindo Araucária

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Foi ampliado o Programa de Saneamento Rural para levar água potável às comunidades do Paraná que residem em regiões mais afastadas dos centros urbanos, pelo Governo do Estado e a Sanepar. O anúncio foi feito pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior nesta quarta-feira, dia 1º durante cerimônia no Palácio Iguaçu.
Ratinho Junior destacou que o programa conseguirá atender praticamente o mesmo número de famílias assistidas no período entre 2003 a 2018, quando, de acordo com a companhia, foram atendidas 2.680 na Grande Curitiba.
“Apenas essa etapa do programa equivale a quase todo o investimento feito em 16 anos no Paraná, até 2018. Um projeto que reforça a visão social do Governo do Estado e da Sanepar de levar água potável e de qualidade para áreas rurais e distritos de diferentes municípios vizinhos à capital. Algo que impacta na saúde das pessoas e que queremos implementar em mais pontos do Paraná”, afirmou.
Esta fase do projeto vai beneficiar 2.409 famílias de comunidades rurais (estimativa de 10,8 mil pessoas) de 25 cidades da Região Metropolitana de Curitiba (RMC). O investimento da Sanepar é de R$ 4,48 milhões, com contrapartida dos municípios de R$ 3,86 milhões.
O planejamento da Sanepar prevê atender mais 3.177 famílias da RMC (outros 14.297 moradores) entre 2023 a 2026. Em relação a todo o Estado, esse número salta para 8.156 famílias (36.702 pessoas) no mesmo período de quatro anos. O investimento estimado é de R$ 26,5 milhões.
“A Sanepar está investindo R$ 1,7 bilhão em saneamento, redes de esgoto e ligações de água potável apenas em 2022, beneficiando justamente aquela população mais carente, quem mais precisa. Por isso o Paraná se transformou em referência na área para o Brasil”, disse Ratinho Junior. “Somam-se a essas outras ações como o programa Água Solidária, que chega atualmente a cerca de 230 mil famílias, todas pagando tarifas reduzidas de água e de esgoto”.
FUNCIONAMENTO – O Programa Estadual de Saneamento Rural prevê a implantação de sistema de abastecimento de água em comunidades rurais, pela Sanepar, em parceria com os municípios, por meio de Termo Aditivo ao Contrato de Programa/Concessão.
A Sanepar é responsável pela elaboração dos projetos, apoio técnico e ambiental, materiais hidráulicos/equipamentos e treinamento técnico para a comunidade que vai operar o sistema. “Imagine alguém que abre a torneira da sua casa e não sai uma gota de água? Ou precisa andar alguns quilômetros para buscar água para beber, fazer comida? São essas pessoas que serão atendidas agora. Para quem mora nos grandes centros é comum, mas para essa parcela da população é luxo. E isso muda a vida das pessoas”, ressaltou o diretor-presidente da Sanepar, Claudio Stabile.
Ainda de acordo com o projeto, o município fica encarregado pela execução das obras conforme projeto da companhia, materiais e mão de obra para a construção civil de todas as unidades do sistema, abertura e fechamento de valas, assentamento das tubulações e execução das ligações domiciliares. “No nosso caso vai transformar a vida de 40 famílias que hoje precisam ser abastecidas com água por meio de caminhões-pipa da prefeitura”, disse a prefeita de Rio Branco do Sul, Karime Fayad.
Além disso, as prefeituras continuam responsáveis pelo sistema, que será gerenciado pela comunidade após receber capacitação da Sanepar. “Vencemos uma batalha de mais de 12 anos. As pessoas sofrem com a seca, ficam sem água, e agora serão agraciadas com esse programa da Sanepar”, explicou o vice-prefeito de Contenda, Gilmar Camargo Rosa. Em Contenda serão atendidas agora 291 famílias (1.310 pessoas) das comunidades Campestres e Passo do Ouro.

Sanepar amplia programa de saneamento rural para 10,8 mil pessoas de 25 cidades da RMC, incluindo Araucária
Foto – divulgação

Texto: Assessoria