Pesquisar
Close this search box.

Secretaria de Saúde abre processo para investigar óbito de criança de 2 anos no PAI

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Uma criança de 2 anos morreu na manhã desta sexta-feira (14/04), após dar entrada na Unidade de Pronto Atendimento Infantil — PAI. A causa da morte teria sido Covid 19. Os pais, bastante abalados, relataram que na semana passada levaram a pequena Y.A.C. até a unidade e os médicos haviam diagnosticado uma pneumonia, na ocasião, prescreveram medicações e a liberaram.

Já em casa, a menor não teria apresentado melhoras e os pais a levaram novamente ao pronto atendimento. Dessa vez o diagnóstico teria sido uma virose, porém, do mesmo modo, não houve nenhum pedido de exames, a criança foi medicada e liberada pelo médico que a atendeu.

Os pais contam que a filha piorou ainda mais e na noite de quinta-feira (13), pela terceira vez, a levaram ao pronto atendimento, onde em um novo diagnóstico foi detectado que ela estava com Covid. Y.A.C. não resistiu e veio à óbito.

Sobre o ocorrido, a diretoria da Santa Casa de Misericórdia de Chavantes, gestora do Hospital Municipal de Araucária, emitiu uma nota bastante sucinta na tarde desta sexta-feira, onde afirmou se compadecer com a dor da família da Y.A.C. pela irreparável perda e prestou condolências aos familiares. “Informamos que prosseguimos somando esforços para a adequada análise e verificação técnica do fato ocorrido”, diz a nota.

A Secretaria Municipal de Saúde de Araucária (SMSA) também se manifestou em nota, informando que notificou a Santa Casa de Misericórdia de Chavantes, atual gestora do HMA e, além disso, abriu processo para investigação do caso do óbito da criança. “Houve ainda uma notificação a respeito da falta de realização do teste para detecção do Covid-19 no primeiro atendimento da criança, visto que os testes estão disponíveis no município em quantidade suficiente. Na manhã desta sexta-feira (14), a SMSA se reuniu com a direção do Hospital e propôs uma série de mudanças que devem ser implantadas no PAI”, adiantou a SMSA.