fbpx

Uma operação realizada na noite desta quinta-feira, 28 de julho, pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SMMA) em conjunto com a Delegacia de Proteção ao Meio Ambiente resgatou um cão que era vítima de maus tratos na localidade rural de Lagoa Grande. Os proprietário do animal foram presos em flagrante.

De acordo com informações apuradas por nossa reportagem, as autoridades chegaram ao local após denúncia de moradores da região. Durante a operação, foi verificado que a cachorra, uma fêmea da raça pitbull, era mantida presa a uma corrente muito curta, sendo que sua coleira exercia forte pressão em seu pescoço, o que ocasionou lesões profundas, quase causando sua degola.

O veterinário da Secretaria de Meio Ambiente que atendeu a ocorrência informou que a cachorra era muito dócil e que foi necessário suturar quase que o entorno inteiro da pitbull em razão da profundidade das lesões.

Após o procedimento, a vítima foi entregue a uma protetora parceira da SMMA, a qual exercerá as funções de tutora provisória da cachorra. Tão logo ela esteja recuperada, deve ser castrada, vacinada e disponibilizada para adoção.

Prisão em flagrante

Durante a operação, os donos da pitbull estavam em casa e, como houve a constatação pela autoridade policial de que a cachorra estava em sofrimento, eles foram presos em flagrante pelo crime de maus tratos. Ambos foram conduzidos à Delegacia para registro do ato e devem responder pelo ilícito junto ao Poder Judiciário.

Secretaria e Delegacia do Meio Ambiente resgatam cão quase degolado e prendem donos em flagrante, O Popular do Paraná

VEJA TAMBÉM

Final de semana promete frio e geada

Quem gosta de um friozinho poderá aproveitar o final de semana do jeitinho que planeja. Nesta sexta-feira o dia amanhece com 3ºC e tem a

Compartilhe