Empresa é a responsável pelas linhas do TRIAR que circulam na região norte da cidade. Foto: divulgação

Os milhares de passageiros que diariamente utilizam as linhas do TRIAR que circulam na região norte da cidade já têm à sua disposição ônibus totalmente novos. Exatamente! Não há mais na frota da Sharp Transportes carros provisórios.

A empresa, que opera o sistema há pouco mais de seis meses, concluiu o processo de troca dos veículos provisórios por novos há cerca de dez dias, passando a contar com 39 ônibus modelo 2021 e 1 modelo 2019. A frota operacional da Sharp, ou seja, aqueles veículos que circulam diariamente, possui 36 carros. Os outros 4 são reservas.

Para poder oferecer veículos 100% novos aos usuários do sistema TRIAR a Sharp investiu algo em torno de R$ 20 milhões para aquisição dos ônibus. De acordo com a direção da empresa, são 12 veículos com chassi Volkswagen, modelo 2021, e carroceria Comil Svelto. Todos eles têm entradas USB para uso dos passageiros e bancos 100% almofadados.

Outros dez carros têm chassi IVECO, ano 2021, e também possuem carroceria Comil Svelto, equipados com tomadas USB e bancos 100% almofadados. Há ainda outros seis ônibus com chassi IVECO e carroceria CAIO Apache Vip 4, todos equipados com tomadas USB e bancos 100% almofadados.

A Sharp ainda adquiriu seis veículos ano 2021, chassi Volkswagen, mas com carroceria Neobus, todos equipados com bancos 100% almofadados. A frota conta ainda com um veículo ano 2019, chassi Mercedes-Benz, carroceria Marcopolo Torino.

Para fechar com chave de ouro o pacote de quarenta veículos novos, a Sharp comprou cinco ônibus chassi Volvo B270F. Os veículos ganharam a carroceria CAIO Apache Vip 5, que estreou este ano no mercado.

Quais linhas a empresa opera?

Na área urbana, a Sharp opera as linhas Circular CSU, Arvoredo/Angélica, Califórnia/CSU, Califórnia/Vital Brasil, Ipês/Jatobá, Pequim, Boqueirão, Barigui/Angélica, Alvorada, Alvorada/Angélica, Califórnia/Ipês, Linha 04, Thomaz Coelho, Centro de Convivência, Fazenda Velha, Alsco, Barigui/Rodoviária, Cassol, Brascase Ginastic e Petrobras. Ela também é a responsável pelas linhas rurais Campestre, Ipiranga, Formigueiro, São Miguel, Guajuvira, Roça Nova e Rio Verde.

Ao todo são 26 linhas, sendo que contratualmente a empresa precisa ter à disposição do Município um total de 40 veículos, sendo 36 operantes e quatro reservas. A empresa gera cerca de 130 empregos diretos, entre motoristas, controladores de tráfego, operadores de manutenção e funcionários de higienização.

Texto: Waldiclei Barboza

Publicado na edição 1295 – 20/01/2022

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp