Compartilhe esta notícia
Suspeito de matar caseiro contou detalhes do crime - notícias da Policial  - O Popular do Paraná
Segundo suspeito foi preso e entregou o comparsa. Foto: divulgação

 

O assassinato do idoso Raul Teixeira, 68 anos, que era caseiro na chácara do Sindimont, em Campina das Pedras, ocorrido na segunda-feira, 10 de junho, teve novos desdobramentos a partir da prisão do segundo suspeito no crime. Na quarta-feira, 12 de junho, dois dias após o fato, a Polícia Civil, com apoio da Guarda Municipal, agiu rápido e prendeu o primeiro suspeito, Daniel Fernandes Simão, mais conhecido como Pintor, que seria o suposto autor das facadas desferidas contra Raul. Segundo a equipe de investigação, em seu depoimento, ele negou tudo e se mostrou ser uma pessoa fria e dissimulada.

Porém, com a prisão do segundo suspeito, Everton Alexandre Martins, ocorrida na sexta-feira, 14, através de uma ligação recebida pelo disque-denúncia da Delegacia, os fatos sobre o que teria acontecido na tarde em que Raul foi morto, começaram a vir à tona. Everton contou em depoimento que enquanto Daniel estava no interior da casa, ele teria ficado no carro aguardando. Disse ainda que, após praticar o roubo, o comparsa teria decidido matar o idoso porque este os conhecia e poderia delatá-los. Relatou ainda que Daniel teria confessado que desferiu vários golpes de facada contra o idoso, atingindo a região da cabeça.

Os dois, que foram detidos em suas respectivas residências, já tiveram a prisão preventiva decretada e encontram-se presos na Delegacia local, à disposição da Justiça.

Publicado na edição 1168 – 19/06/2019

Compartilhe esta notícia