Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Cabelos serão transformados em perucas e vão ajudar muita gente
Cabelos serão transformados em perucas e vão ajudar muita gente

Mais do que doar alguns centímetros de cabelo, uma ação idealizada pela coordenadora do curso de Formação de Docentes do Colégio Estadual Professor Júlio Szymanski, Noemi Gotfrid, pretende doar felicidade para pessoas vítimas do câncer. A Campanha “Cabelo Abençoado” que, segundo ela, começou de um simples gesto, acabou se transformando numa grande iniciativa, que poderá servir de exemplo para outras pessoas.

Na quarta-feira, 12 de novembro, Noemi organizou a arrecadação de cabelos, que serão usados para confeccionar perucas, as quais serão usadas por pessoas em tratamento de câncer. A campanha mobilizou alunas, mães, professoras, funcionárias, filhas de professoras e a comunidade em geral e contou com a participação da cabeleireira Vera, do Salão Vera’s, que se encarregou de cortar os cabelos das voluntárias.

O mais interessante é que a ação ganhou uma amplitude que nem a própria idealizadora imaginava. “O sucesso foi tanto que a campanha do Cabelo Abençoado não acabou, vamos continuar amanhã, dia 19, de manhã a partir das 10 horas e à tarde a partir das 13h30, e quem quiser poderá participar”, convida Noemi.

Exemplo

Este não foi o primeiro projeto social que a coordenadora Noemi tomou frente. Ela já idealizou diversas campanhas solidárias, muitas delas enquanto ainda atuava como diretora do CEEBJA Araucária. “Ainda hoje continuo fazendo campanhas de agasalho, brinquedo, alimento, entre outras, agora no Szymanski. Felizmente muitas pessoas têm colaborado, assim como esta campanha de doação de cabelo, que reuniu muitas voluntárias. Agradeço a todas pela disposição em divulgar e doar cabelos. Fica aqui meu agradecimento também ao Salão Vera`s, que fez os cortes e ao Salão Centenário, que doou vários cabelos. Que todos estes cabelos sejam mesmo abençoados e possam trazer alegria às pessoas em tratamento de câncer”, disse.

Texto: Maurenn Bernardo / Foto: Iohana de Camargo

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM