Pesquisar
Close this search box.

Terezinha Poly: A Praça na Década de 1990

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Década de 90 no Centro de Araucária. Foram anos, décadas que o Centro de nossa cidade apresentava uma imagem totalmente diferente da que conhecemos atualmente, formada por um conjunto de casas geminadas e pelos primeiros estabelecimentos comerciais, era habitada pelas primeiras famílias que também foram os primeiros a ocuparem cargos de serviço público, mas levavam uma vida simples e tranquila, Araucária ainda era uma cidade pequena, pacata e de poucos habitantes, na praça central. As casas situadas em torno da Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios formavam um agregado familiar que era chamado de Vila, aliás, era assim que os mais antigos moradores da cidade se referiam quando tinham que ir à missa ou loja no centro, diziam: “vamos até a vila” e esse termo durou tanto tempo que até os dias atuais tem pessoas que ainda se refere a Praça Dr. Vicente Machado simplesmente como Vila.

Mas, as mudanças aconteceram e continuam acontecendo em nossa cidade. Considera-se a década de 70 e a chegada das grandes indústrias em Araucária, como os anos que mudaram a nossa história e a nossa imagem, essa foto com pouco mais de 30 anos nos mostra como era o centro que já havia deixado para o passado as primeiras construções. Esse casarão branco à direita era residência da Família Trauczynski, nos seus últimos tempos as salas de frente eram utilizadas como farmácia, a Farmácia São Carlos esteve aqui por muitos anos, depois que encerrou suas atividades já não havia moradores, infelizmente a casa foi invadida por vândalos e uma noite foi consumida por um grande incêndio, do outro lado da Rua Dr. Victor do Amaral a casa em madeira que pertencia à Família Senegaglia, já não era mais residência e ali havia uma Livraria e Papelaria, a seguir a residência e Loja do Ianowski ainda estava em construção do primeiro andar, depois da reforma total do imóvel, a Loja A Graciosa havia sido recém reformada suas cores vibrantes chamavam atenção assim como o seguinte e quem não lembra do Kinko’s Bar? O mesmo que pertenceu ao Leo Karas ao lado do Foto Studio Bueno, esses dois últimos estabelecimentos não existem em seu lugar atualmente está o Edifício Intercontinental, a outra construção modificada é o antigo casarão da Família Augusto, notem que ali está a Lanchonete do Sr. Badhee.

Esse cenário vem modificando a cada dia, novas construções, novos estabelecimentos comerciais, e até onde a vista alcança, vemos que ainda não existem condomínios e apesar de tantos campos vistos, parece que a foto foi feita enquanto o Rio Iguaçu estava baixo. Apesar de pouco tempo ter passado em termos de cidade, Araucária é uma cidade que muda todos os dias, mas a cada mudança para nosso futuro é uma lembrança que deixa saudades.

Edição n.º 1386