Pesquisar
Close this search box.

Terezinha Poly: A primeira agência bancária e cinema de Araucária

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A data aqui é 1920 e essa é uma imagem do centro de Araucária, que não volta mais. Foram duas importantes construções na Praça Dr. Vicente Machado que desde os primeiros anos do século XX estiveram presentes como dizem, na rua atrás da Igreja Matriz Nossa Senhora dos Remédios. O primeiro casarão foi a instalação do primeiro cinema de nossa cidade. Os responsáveis pela vinda de cinema pra Araucária foram os Irmãos Arthur – Carlos e Bernardo Hassellmann, com o local próprio já construído, foi inaugurado com o nome de Cine Império (ou Imperial), o local funcionava como cinema e teatro, quando não havia projeções de filmes havia apresentações teatrais, com artistas locais, que eram dirigidos pela saudosa Professora de Música e Artes Aurora Pizzatto Fruet, e também havia apresentações musicais. Por muitos anos os filmes apresentados não tinham som, mas como ali também havia apresentações musicais ao vivo, os filmes eram acompanhados por músicas instrumentais que o também saudoso Delosmar Pizzatto Fruet.

O Cine Império ou Imperial esteve sob a responsabilidade dos Irmãos Hassellmann até a década de 30, quando foi adquirido pelo já saudoso Otavio Galize, que passou a ser o proprietário alterando a sua Razão Social para Cine Líder. E foi o cinema neste endereço, que grande parte dos antigos moradores de Araucária, no tempo de sua infância e juventude, tiveram contato com os primeiros e poucos locais de diversão da cidade.

Lembramos aqui que o Ponto de chegada e saída dos ônibus ficava em frente ao antigo Bar do Donato, que embora não apareça na foto, ficava ao lado do cinema, e por muitas décadas era a Lanchonete de toda cidade. O Cine Líder esteve neste endereço até os anos 60, quando o Sr. Galize construiu novas instalações na Rua João Pessoa, local que permanece a construção hoje uma loja, mas já teve suas atividades encerradas infelizmente. O prédio antigo permaneceu até 1994 quando foi demolido para dar lugar à uma agencia bancária.

O segundo casarão também foi construído no início do século pelo Sr. Pedro Schinlas onde tinha ali um comércio, mais tarde foi adquirido pela Família Trauczynski, era uma grande construção, com diversas divisões, podendo se notar pelo número de portas e janelas vistas apenas na fachada do imóvel. Foi nas duas últimas portas do casarão que foi aberta a Primeira Agencia do Banco do Estado do Paraná – Banestado em Araucária e ali permaneceu até a década de 50, quando mudou seu endereço para o outro lado da praça central desta feita onde era a antiga Farmácia Ehlkefarma antes da construção da sede definitiva (que foram duas dentro do mesmo círculo da praça). Após a saída do Banestado deste endereço, as salas foram alugadas para fins comerciais, inclusive no porão que pelo seu amplo espaço foi suficiente para abrir a Sorveteria Milk Mone a primeira sorveteria de nossa cidade, e, assim continuou como residência e comércio dentro de uma sólida e antiga construção.

O grande casarão também acabou nos anos 90. Aos poucos, as mais antigas e históricas construções que existiram ao redor da Praça Dr. Vicente Machado foram sendo demolidas e dando lugar para novos e modernos prédios comerciais e instituições financeiras. Hoje pouco destas construções que fizeram a nossa história existem na Praça Dr. Vicente Machado. As fotos ainda preservam a história de nossa cidade, quando as ruas ainda eram estradas de chão, os postes eram antigos pedaços de ferro que lembravam trilhos de estrada de ferro, e a cidade, que embora calma e pacata tinha pelo menos um lugar onde nos finais de semana todos podiam assistir uma grande novidade chamada cinema. Nosso passado tinha mais diversões e distrações para as famílias, mas o progresso tem seu preço e nós temos nossas lembranças.

Edição n. 1371.