9599ff42-9ff3-475e-949d-19854debeb4d

cfe781ee-c280-4c8f-a1ae-c460452d338e
Na manhã desta segunda-feira, 20 de junho, por volta de 8 horas, trabalhadores que procuram vagas para trabalhar na parada de manutenção da Repar armaram um verdadeiro fervo na Agência do Trabalhador, no bairro Sabiá. Como sempre, o motivo foi a suspeita de que no momento da seleção, há preferência para mão de obra de fora. A Guarda Municipal teve que ser acionada porque o bate boca foi acalorado e teve rumores de que um grupo havia jogado uma bomba para tentar abrir o portão dos fundos da agência.

Segundo a GMA, a ameaça de bomba não se confirmou e com a chegada do policiamento, os ânimos foram contidos. Por volta de 11h30, tudo tinha voltado ao normal. No entanto, para evitar novos transtornos, a agência decidiu suspender o atendimento no dia de hoje, permanecendo apenas com expediente interno.

Ainda de acordo com a GMA, uma reunião na Agência do Trabalhador está prevista na tarde de hoje, com uma comissão formada por representantes dos trabalhadores, para discutir sobre o problema da oferta de vagas na cidade.

Texto: Maurenn Bernardo / Foto: Marco Charneski

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp