UNIMED terá que se explicar ao PROCON sobre falta de serviços de urgência em Araucária

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A UNIMED, uma das maiores operadores de planos de saúde do Paraná, entrou na mira do PROCON Araucária. Isto porque a empresa, apesar de possuir milhares de clientes na cidade, não oferece sequer uma opção de atendimento de urgência e emergência dentro do Município.

O caso foi denunciado pelo O Popular em matéria publicada na semana passada. Na ocasião, a UNIMED informou que nenhum cliente seu jamais pediu para que a empresa oferecesse esse tipo de serviço no Município.

A situação chegou ao conhecimento do PROCON, que na última sexta-feira, 17 de março, notificou a UNIMED para que esclareça os motivos da ausência de unidades próprias e/ou rede credenciada em serviços de urgência e emergência dentro da cidade. A cooperativa tem agora dez dias para responder ao órgão de defesa do consumidor. “Neste primeiro momento, notificamos a empresa para que se explique, já que podemos estar diante de uma situação que prejudica o consumidor do plano de saúde em questão. Assim que tivermos a resposta, analisaremos quais ações poderão ser tomadas no âmbito do PROCON”, explicou Cleber Soczek de Souza, diretor-geral do órgão.

Relembre o caso

Em matéria veiculada na semana passada, O Popular trouxe relatos de clientes da UNIMED que careceram de atendimento de urgência e emergência na cidade e tiveram que recorrer ao SUS ou se deslocar até Curitiba para se consultar. Isto porque, apesar de possuir mais de dez mil clientes no Município, a cooperativa não oferecer sequer uma opção de pronto atendimento por estas bandas.

Só vai falar no processo

Questionado sobre a notificação do PROCON, a UNIMED disse que oficialmente desconhece o pedido de esclarecimentos, mas que – assim que chegar ao seu conhecimento – apresentará sua defesa no próprio procedimento.

Edição n. 1355

Compartilhar
PUBLICIDADE