Andar de ônibus em Curitiba fica mais caro a partir desta terça-feira, 1º de março. A URBS anunciou o novo valor da passagem nessa segunda-feira (28). Também nessa segunda, a Comec informou que reajustará a tarifa nos ônibus metropolitanos a partir de 15 de março. Na contramão dos reajustes, em Araucária, andar de TRIAR segue custando apenas R$ 1,70.

Em Curitiba, a nova tarifa passa dos atuais R$ 4,50 para R$ 5,50. Já nos ônibus metropolitanos, cuja coordenação cabe à Comec, o valor da passagem sobe de R$ 4,50 para R$ 4,75, para aqueles que pagarem com o cartão metrocard, e para R$ 5,50 para quem passar a catraca utilizando dinheiro vivo.

Os moradores de Araucária que utilizam as linhas metropolitanas, como Ligeirinho, Portão, Pinheirinho e Avenida precisam ficar atentos aos novos valores. Isto, caso peguem o busão nos pontos de parada ou nos terminais de Curitiba.

Já os usuários do sistema TRIAR podem ficar tranquilos. Isto porque o prefeito Hissam Hussein Dehaini (Cidadania) avisou que não pretende reajustar o valor da tarifa de ônibus enquanto estiver no comando da cidade. “Trabalho para reduzir o valor da passagem, jamais aumentar”, declarou.

Assim, quem precisar acessas as linhas alimentadoras do TRIAR seguirão pagando R$ 1,70. A tarifa mais barata ainda garante a integração nos terminais Angélica e Central com os ônibus metropolitanos. Assim, pelo menos para ir a Curitiba, o trabalhador seguirá pagando só R$ 1,70. Já na volta, como os terminais da Capital são de responsabilidade da Prefeitura de Curitiba, será necessário pagar a passagem mais cara, estipulada em R$ 5,50 pelo prefeito Rafael Greca.

Foto: Marco Charneski

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Pablo Rosales é campeão brasileiro de jiu jitsu

O araucariense Pablo Rosales, 15 anos, aluno do colégio metropolitana, se consagrou campeão no Campeonato Brasileiro de Jiu Jitsu, organizado pela Confederação Brasileira (CBJJ). O

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp