Vários culpados!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Como pode uma cidade que gasta algo em torno de R$ 150 milhões por ano em saúde não conseguir oferecer aos seus habitantes um serviço de qualidade nesta área?

É esta a pergunta que me faço sempre que ouço moradores de Araucária reclamando que não foram bem atendidos num posto de saúde, que não conseguiram remédios, que a consulta com o médico especialista foi marcada para dali não sei quantos meses, que o exame não tem data para ser realizado e assim por diante.

Do mesmo modo, é esta a pergunta que me faço quando vejo a crise instalada no Hospital Municipal de Araucária, que consome quase três milhões de reais por mês para atender um número ridículo de pacientes e mesmo assim não o consegue fazer satisfatoriamente ao ponto de ter que ser fechado na tentativa de colocar a casa em ordem.

Ora, não vejo outra resposta para estas perguntas a não ser incapacidade administrativa somada a vícios políticos que só foram se acumulando nesta cidade desde 1989. Sim, porque é louco o sujeito que disser que R$ 150 milhões é pouco para administrar a área da saúde de um município de 120 mil habitantes.

Araucária precisa urgentemente rever sua política de saúde, que está apodrecida por conta de erros cometidos por todos os prefeitos que passaram pelo comando desta cidade desde o início da década de 1990. Ou seja, são quatro os culpados! Isso, sem contar os parceiros que esses gestores tiveram e têm na Câmara de Vereadores. São todos cúmplices e partícipes desta situação.

Interessante é que embora sejam os culpados por parte do caos instaurado, são essas pessoas as únicas capazes de resolver o problema. Até 31 de dezembro de 2016 cabe ao prefeito Olizandro José Ferreira e aos onze vereadores, quietamente “amocozados na Câmara cuidar desta cidade e ficarão em suas contas tudo o que de bom e de mal acontecer ao Município neste período.

Então, senhores políticos com mandato, não adianta mais fugir do problema. É preciso encará-lo. Caso contrário, embora alguns de vocês possam até se reeleger, todos ficarão marcados para todo o sempre como corresponsáveis pelo estado atual das coisas. E os que tiverem um pouco de vergonha na cara não conseguirão conviver com essa chaga.