Dois requerimentos de autoria do vereador Ben Hur Custódio de Oliveira (Cidadania) pedem à Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) mais detalhes sobre o maior contrato em vigência atualmente no Município: o de gestão com a Santa Casa de Misericórdia de Chavantes, responsável pela administração do Hospital Municipal de Araucária (HMA).

Os dois requerimentos foram aprovados de forma unânime pelos demais vereadores que integram o parlamento municipal em sessão realizada nesta terça-feira, 29 de março. De acordo com Ben Hur, o objetivo na requisição desses documentos é possibilitar uma melhor análise do contrato e verificar eventuais situações que possam estar fazendo com que as reclamações quanto aos atendimentos prestados pela Chavantes tenham aumentado significativamente ao longo das últimas semanas.

Num dos requerimentos aprovados, Ben Hur pede cópia integral do contrato de gestão do HMA, bem como eventuais aditivos. No outro são solicitados documentos específicos sobre a gestão do Pronto Atendimento Infantil (PAI), que fica anexo ao HMA e também está sob a responsabilidade da Chavantes. “Estamos pedindo cópia de escalas médicas e notas de pagamento feitas a esses profissionais ao longos dos últimos sessenta dias”, explicou.

Hoje, a Secretaria de Saúde repassa à Chavantes mensalmente valores superiores a R$ 4 milhões. Porém, apesar da cifra vultuosa, invariavelmente os serviços prestados pelo HMA e o PAI são alvo de reclamações por parte da população. Recentemente, por exemplo, a demora para ser atendido no 24 horas infantil gerou algumas situações de tumulto no local. Foi nesta ocasião que o vereador Ben Hur e outros estiveram no local para verificar a situação. Depois desse episódio, houve na Câmara a formação de uma comissão especial para acompanhar a gestão do HMA.

Texto: Assessoria

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM

Compartilhe

Share on twitter
Share on facebook
Share on telegram
Share on whatsapp