Pesquisar
Close this search box.

Você sabe que cuidados devemos ter quando levamos nossos pets nas viagens?

Foto: Divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

No final de ano é muito comum as pessoas viajarem para descansar do estresse acumulado durante o ano, ou apenas para se divertir com a família ou entre amigos. E nesse planejamento, não podemos esquecer de levar nosso animalzinho de estimação junto.

O veterinário Gustavo Warich, da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, explica que o primeiro passo antes de embarcar em uma viagem, o tutor deve levar seu pet em um veterinário e atualizar as vacinas e antiparasitários. “Além disso, é essencial que o animal tenha uma identificação com o telefone do responsável. O tutor também deve se atentar a alimentação e hidratação, planejar paradas durante a viagem, além do óbvio, que é conhecer o comportamento do pet”, orienta.

Ele também comenta que é considerada infração de trânsito transportar nossos animais no colo ou projetados para fora da janela. “Eles devem ser levados em caixas de transporte, ou em um cinto de segurança específico para pets”. Além desse cuidado necessário com os animais durante a viagem, os tutores também devem ter precauções extras no local de destino. “É preciso manter o pet sempre por perto, não esquecendo da identificação do responsável caso o animal acabe fugindo ou desaparecendo. É essencial sempre carregar uma sacola para dejetos quando o levar para passear”, explica Gustavo.

Caso a viagem seja em ônibus ou avião, o veterinário comenta que as exigências são as mesmas. “Não se pode esquecer do atestado veterinário e do certificado de vacinação em dia. Além disso, é importante avisar a empresa com antecedência, informando que a viagem inclui um animal, e usar uma caixa de transporte, devendo o tutor entrar em contato com a operadora previamente para mais informações”.

O veterinário reforça que, com o objetivo de deixar o pet o mais confortável possível, é recomendado deixar o ambiente o mais próximo do qual o animal vive, levando suas cobertas, brinquedos e outros acessórios. “Em relação aos gatos, é importante tentar ambientá-lo com a caixa de transporte anteriormente a viagem, pois eles geralmente se estressam mais que os cães”.

Gustavo ainda deixa um alerta para os tutores, de sempre procurarem um médico veterinário. “Este é o profissional responsável para sanar as dúvidas em relação aos seus pets”, sugere.

SMMA

A Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA) está localizada no Parque Cachoeira. Em caso de dúvidas, entrar em contato pelo número (41) 3614-7493.

VICTÓRIA MALINOWSKI