Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Anarquia total: vândalos fazem uma espécie de pente fino pelas ruas da cidade à procura de um alvo para destruir. Foto: Marco Charneski

O que é que o sujeito ganha destruindo o que ele mesmo usa? Essa é pergunta que fica no ar quando o assunto é vandalismo contra o patrimônio público. Muito dinheiro é gasto para consertar o que eles destroem à toa. E não é preciso ir muito longe para perceber as ações desses baderneiros. Em Araucária, dos 500 novos abrigos de pontos de ônibus que a Prefeitura instalou na cidade, cerca de 20% já foram vandalizados. “A instalação dos abrigos novos foi concluída em abril, e menos de cinco meses depois, muitos dos equipamentos já estão com os vidros quebrados, pichados, ou com algum outro estrago”, comentou o superintendente do Transporte Coletivo de Araucária, Wilmer Silva.

Segundo ele, esses ataques já trouxeram um prejuízo de cerca de R$ 70 mil aos cofres públicos, e para fazer as manutenções, a Prefeitura terá que abrir um processo licitatório, que poderá levar alguns meses até ser concluído. “O problema é que enquanto aguardamos a licitação, novos abrigos serão alvo de vândalos. É por isso que a população poderá ajudar a coibir esses ataques, denunciando no telefone da Guarda Municipal, 153”, orienta Wilmer.

Veja a galeria

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1181 – 19/09/2019

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM