Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Moradores próximos à área esportiva e de lazer do Complexo Centro Social Urbano (CSU) estão apreensivos com as condições da água das piscinas, que nos últimos dias vêm apresentando uma coloração esverdeada, aparentando estar bastante suja. Eles afirmam que recentemente a Prefeitura iniciou obras, mas os serviços foram paralisados, deixando o local com um aspecto de abandono. “Sabemos que a água parada traz riscos à saúde da população porque pode se transformar em foco do mosquito da dengue, além de atrair outros insetos e bichos”, reclamou uma moradora. A Prefeitura está executando serviços para fazer a cobertura e o aquecimento de uma das piscinas do complexo CSU e das quadras. A obra começou em novembro de 2019, porém, devido a problemas com a empresa contratada para executar a obra, os serviços pararam em dezembro do ano passado.

Segundo informações da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, as obras nas piscinas do CSU serão retomadas em março. A SMEL informou ainda que as piscinas estão sendo tratadas com produtos para evitar focos de mosquitos. “A Vigilância está fazendo inspeção lá toda semana, não tem motivo para as pessoas se preocuparem, também porque nos próximos dias os serviços serão retomados”, explicou o secretário de Esporte e lazer, João Carlin Padilha.

A Secretaria Municipal de Saúde aproveitou a oportunidade para orientar os moradores que desejam comunicar possíveis locais de criadouro de mosquitos (independente se for área pública ou particular) a entrarem em contato via Ouvidoria da Saúde pelos telefones 0800-6437744 ou 3614-7723. Há também o e-mail [email protected] .

Texto: MAURENN BERNARDO

Foto: Everson Santos

Publicado na edição 1201 – 27/02/2020

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM