Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Em uma das abordagens a polícia apreendeu uma arma e droga
Em uma das abordagens a polícia apreendeu uma arma e droga

A 2ª Cia da Polícia Militar de Araucária, com apoio de outras unidades pertencentes ao 17º BPM, deflagrou mais uma Operação Blindagem na sexta-feira, 25 de setembro, com intuito de coibir a criminalidade no município. A ação policial resultou em várias prisões, apreensões de armas e drogas.

Um dos presos, Tiago Oliveira da Silva, 23 anos, portava um revólver calibre 38 na cintura, nove munições, sendo sete intactas e duas deflagradas e ain­da uma pequena quantidade de maconha. Ele foi abordado na rua Alberico Talamini, bairro Cachoeira, durante patrulhamento. Tiago foi autuado por porte e continua preso porque a arma estava com a numeração lixada.

Na rua das Flores, bairro Campina da Barra, um menor foi apreendido por cultivar um pé de maconha em casa, dentro do guardarroupa. Segundo a polícia, ele foi abordado juntamente com outros dois jovens e ao apreender seu celular, foram encontradas fotos e conversas via WhatsApp, que mostravam para seus amigos como se faz uma estufa caseira para cultivar maconha. O menor vai responder conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente.

Menor cultivava maconha  na estufa caseira, dentro  do guardarroupa
Menor cultivava maconha
na estufa caseira, dentro
do guardarroupa

Outras prisões

Por volta de 22h20, dois suspeitos foram detidos na rua Nossa Senhora dos Remédios, bairro Fazenda Velha. Os policiais perceberam um Gol vermelho, pla­cas AGI 5271 suspeito e tentaram fazer a abordagem, mas os dois ocupantes do carro desembarcaram e tentaram se esconder em uma lanchonete. Lá foram abordados e na revista pessoal a PM encontrou no bolso de Jamil Adriel de Melo Ribas, 30 anos, uma pedra de crack. Com Cassiano Rodrigues da Luz, 21 anos, havia mais uma pedra de crack no bolso na bermuda. Jamil disse que tinha vendido a pedra para Cassiano por R$ 15,00.

Ainda em revista, desta vez no quarto de Jamil, que fica anexo ao bar, os policiais encontra­ram mais drogas, totalizando cerca de 56 buchas de crack, uma bucha de cocaína e uma de maconha. Os dois foram levados para a De­legacia para dar explicações. Cassiano prestou declarações, preencheu um Termo Circunstanciado (TC) e foi liberado, mas Jamil foi autuado por tráfico de drogas e permanece preso.

FOTO: PM/COLABORAÇÃO

CONTEÚDO RECOMENDADO

VEJA TAMBÉM