Araucária começa a debater criação do sistema municipal de esporte

Imagem de destaque - Araucária começa a debater criação do sistema municipal de esporte
Foto: Divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SMEL) realizará na noite desta quinta-feira, 20 de junho, uma audiência pública para discutir com a comunidade araucariense a criação do Sistema Municipal de Esporte (SME). O encontro tem início marcado para às 19h e terá como palco o anfiteatro da Prefeitura de Araucária.

Realidade em vários outros municípios paranaenses e brasileiros, o SME tem como objetivo melhorar o planejamento e a gestão das ações na área do esporte em toda a cidade. Da mesma forma, com o sistema implantado é possível ampliar o recebimento de recursos financeiros para a área, seja de outras esferas de governo ou mesmo da iniciativa privada.

O servidor da Secretaria de Esporte, Gardner Kulig, explica que a audiência de hoje é apenas o primeiro passo para estruturar o sistema municipal de esporte. “Precisamos ativar o Conselho Municipal de Esporte e Lazer (CMEL), composto por representantes do poder público e da sociedade civil; criar o Fundo Municipal de Esporte e Lazer (FMEL), que financiará projetos e iniciativas esportivas; e, também, elaborarmos o Plano Municipal de Esporte, pois será através dele que teremos a definição de metas e ações para o desenvolvimento do esporte nos próximos anos. Todos estes tópicos serão tratados na audiência pública, portanto a participação de todos os interessados no assunto é extremamente importante”, ressaltou.

Ainda não há uma data específica para que todo esse trabalho seja concluído, mas as etapas futuras serão publicizadas pela SMEL, de modo que todas elas tenham ampla participação popular. O secretário de Esporte e Lazer, Idu Blaszcak, esteve na Câmara de Vereadores esta semana para – de antemão – pedir o apoio do Poder Legislativo nessa discussão, até porque os documentos resultantes desses encontros com a comunidade serão transformados em projetos de lei submetidos a apreciação e aprovação do parlamento. “A causa do esporte é uma causa de todos e precisamos desse engajamento da comunidade, do Executivo e do Legislativo para fazer com que tenhamos uma legislação atualizada e capaz de fomentar esse setor”, destacou.