Atitude de chefe irrita funcionários de hospital

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Um grupo de funcionários do Hospital Municipal de Araucária – HMA procurou a redação do Jornal O Popular alegando estar sendo vítima de maus tratos praticados pelo chefe de um dos setores da instituição.
Segundo os reclamantes, o gerenciador estaria agindo de maneira agressiva, humilhando funcionários, colocando apelidos e ameaçando quem faltasse ao serviço, independentemente dos motivos.
“Ele é uma pessoa descontrolada, marca reuniões e, ao invés de discutir assuntos relativos aos nossos serviços, nos insulta, faz ameaças”, disse uma funcionária que não quis se identificar por medo de represálias. Outra colega disse que já procurou os responsáveis pelo setor e que ninguém fez nada para ajudá-los. “O cara é grosseiro, pensa que pode nos tratar como animais”, denunciou.
Procurada pela reportagem do Jornal o Popular, a assessoria de imprensa do HMA alegou ter ficado surpresa com as denúncias e alegou que não tem conhecimento de nenhuma reclamação desta natureza, mesmo porque, o HMA mantém um canal de comunicação entre funcionários e direção, que são caixas de sugestões espalhadas pelos departamentos, através dos quais as pessoas podem fazer este tipo de reclamação, sem precisar se identificar.
Apesar disso, a assessoria informou que o HMA vai investigar melhor o caso para confirmar se as denúncias procedem.