Alguém disse certa vez que existem dois dias importantes na vida das pessoas. O dia em que você nasce e o dia em que você descobre para quê nasceu. Isto quer dizer que você pode passar a vida inteira apenas vivendo e pode fazer com que isso tudo tenha sentido. E isto pode ser aplicado em qualquer situação.

Nas últimas semanas o capitão da Polícia Militar Nelson Stoccheiro Júnior, que estava a serviço da corporação em outra unidade, voltou ao comando da 2ª Companhia, em Araucária. Ele, que reside aqui, e neste município tem grande parte de seus vínculos familiares, sendo que alguns destes familiares, inclusive seu pai, também fazem parte da PM, demonstra um grande sentimento de querer fazer a diferença em seu trabalho. Sem que isso diminua o trabalho de outros comandantes desta unidade local da polícia, Stoccheiro mostra a que veio. Nos dias seguintes ao seu retorno – ele já foi comandante da 2ª Cia por um bom tempo – organizou operações e outras ações que resultaram em bons frutos.

No caso específico da PM, não só o trabalho de efetiva repressão ao crime é feito. Existe também a “operação presença”, em que os policiais vão para a rua mostrar que estão atentos e prontos a atuar. Isso tem efeito determinante na prevenção aos crimes. Quanto mais a polícia estiver presente, menos confortável será o sentimento de segurança dos bandidos. Mas isso só acontece porque os policiais decidem assim. É notório que em alguns estados brasileiros a Polícia não goza do respeito e sentimento de integridade que a PM do Paraná tem. Isso é consequência, em boa parte, do trabalho de homens e mulheres que decidiram que farão a diferença na vida daquelas pessoas as quais tem a missão de proteger. E nosso comandante local da PM é um belo exemplo deste tipo de profissional. Tomara que ele consiga influenciar positivamente cada vez mais os colegas de farda. Pense nisso e boa leitura.
 

VEJA TAMBÉM

Errata: Edital de Proclamas

Na edição nº 1237 do Jornal O Popular, que circulou nesta quinta-feira, 5 de novembro, erramos a data da página 12. O correto é 5

Quarentena, nutrição e ansiedade

Você se considera uma pessoa ansiosa? Você come mal quando não se sente bem? Ou não se sente bem porque come mal? A ingestão de

Compartilhe