Cães abandonados: protetora diz que o problema precisa ser levado a sério!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Quem nunca se deparou com pedidos de ajuda para o resgate de cães abandonados pode não perceber o quanto a situação é grave. É desesperador ver seres tão pequenos e frágeis sozinhos, ou mesmo com a mãe, muitas vezes jogados na rua pelos próprios tutores. Muitos tem a sorte de serem resgatados por protetores ou outras pessoas da comunidade, mas infelizmente uma minoria acaba sendo adotada.
Em Araucária, a situação tem ficado cada vez mais tensa, com abandonos quase diários de animais, principalmente nas áreas rurais e bairros mais afastados do Centro. “Aqui no Thomaz Coelho o abandono está fugindo do controle, tem a rua Castelo Branco, que não é muito movimentada, onde constantemente encontramos cães abandonados. São filhotes, às vezes ninhadas inteiras, cães adultos, cães machucados. Eu estou cansada de recolher cães e não receber ajuda de ninguém. Não tenho mais espaço na minha casa. Penso que se a Prefeitura colocar câmeras em alguns pontos estratégicos, para inibir as pessoas que fazem isso, os abandonados se tornem menos frequentes. Alguma coisa precisa ser feita, o problema precisa ser levado mais a sério, porque abandono é crime!”, reclamou a mulher, que preferiu se manter no anonimato.
Ela conta que recentemente recolheu uma caixa de papelão com 10 filhotes. “Fiquei com tanta pena que não pude deixá-los lá, passando frio e fome. Felizmente consegui doar alguns, mas ainda tenho muitos animais sob meus cuidados”, completou a protetora. Ela conta que por várias vezes pediu ajuda para a Secretaria do Meio Ambiente e não foi atendida. “Parei de pedir ajuda para a SMMA, hoje peço ajuda no status do whats e nas redes sociais, porque todo dia gasto mais de 15kg de ração, não aguento mais!”, lamentou.

Castração
Sobre a situação, a SMMA disse que o Município conta com diversas protetoras independentes cadastradas, as quais têm direito a levar os animais resgatados nas castrações gratuitas oferecidas pela Prefeitura. Com as castrações, é possível fazer o controle da população canina na cidade.
A secretaria explicou ainda que quando recebe denúncias de maus tratos ou abandono de animais, realiza a devida fiscalização no local, porém é necessário que o informante aponte o maior número de informações possíveis sobre o caso. Sobre isso, a SMMA solicita que a população apoie a causa e denuncie os infratores.

Cães abandonados: protetora diz que o problema precisa ser levado a sério!
Foto – divulgação

Texto: Maurenn Bernardo

Compartilhar
PUBLICIDADE