Coluna: Intimidade!

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Em nossa última edição, trouxemos uma matéria sobre um tema delicado: a intimidade e, mais do que isso, o cuidado que devemos ter para preservá-la.

O gancho da matéria foi o triste episódio que envolveu adolescentes, alguns residentes em Araucária, que tiveram sua intimidade exposta por um “colega” que abriu uma live e registrou os jovens em momentos que jamais deveriam ser publicizados.

O caso tomou proporções ainda incalculáveis para a vida desses adolescentes, já que as imagens foram captadas por gravações de tela feitas por outros jovens e todo esse material foi compartilhado e recompartilhado nas mais variadas redes sociais.

O vídeo original foi deletado, mas as inúmeras cópias que foram feitas dele ainda seguem por aí, alimentando o julgamento e a curiosidade de pessoas que – talvez não saibam – mas cometem crime ao propagar esse material. Exatamente! O armazenamento e a divulgação desse tipo de conteúdo em que menores estão em, digamos assim, cenas impróprias, é crime!

Então, é importante que – caso você tenha recebido esse material – delete-o. Faça com que a rede de propagação desse conteúdo sensível termine em você. Faça mais do que isso! Aproveite esse episódio para ser um agente difusor da proteção dos direitos das crianças e adolescentes. Quer compartilhar algo? Compartilhe a informação de que a intimidade de todos, principalmente de menores, que não estão com sua capacidade cognitiva totalmente desenvolvidas, precisa ser preservada.

Da mesma forma, tente fazer desse limão uma limonada. Como?  Conversando com seus filhos – e/ou outras pessoas que têm sob sua responsabilidade adolescentes – acerca da importância de que eles preservem sua intimidade, que evitem se colocar em situações que possam lhe gerar transtornos. Pense nisso e boa leitura!

Compartilhar
PUBLICIDADE