Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp

Jesus Cristo veio ao mundo para renovar a esperança de tantos seres humanos, que viviam desanimados e oprimidos pelo peso do dia a dia. Suas palavras ecoavam por todos os cantos, renovando a fé e a coragem, sobretudo, naqueles que já não viam mais uma saída para os problemas da sua vida. Um homem carregado de um otimismo incrível, capaz de ajudar as pessoas a renovar a certeza de que as coisas podiam mudar e melhorar. Tudo aquilo que ele aqui deixou, não passou e não vai passar. Ler e meditar o evangelho do profeta da Galileia, desperta em nós um desejo de seguir em frente, de ser positivo, de acreditar, mesmo contra toda a esperança. Suas palavras continuam ecoando por todos os cantos do mundo, e, jamais passarão, continuarão vivas eternamente e o seu reino não terá fim.

Crer em Jesus significa exatamente isso: colocar a vida em movimento, num contínuo devir, sem nunca perder a esperança. É acreditar que nada do que foi será como já foi um dia, ou seja, poderá melhorar, pois, a vida, só tem sentido, quando movida e direcionada para frente. O grande problema que acompanha muitas pessoas é viver olhando para trás, remoendo seus problemas, como se não houvesse um amanhã. Vivem do passado, no bem ou no mal, dizendo que antigamente era melhor, ou então, como se tudo o que passou foi somente desgraça. O ser humano, movido pelo espírito do Mestre, não nega o seu passado, mas, muito mais do que viver dele, aponta a sua vida para frente, confiante num amanhã cheio de projetos e realizações.

Tempo de esperança, é tempo de fazer da sua vida uma contínua busca de soluções, e, não de problemas, que, podem tornar-se verdadeiros dramas. Aqui e acolá encontramos aqueles que veem em tudo somente dificuldades, tragédias, num pessimismo total. O seu olhar é sempre voltado para o negativo, para as frustrações e decepções, como se tudo estivesse perdido. É comum ouvirmos aqueles que declaram, de alto e bom som: ‘quanto mais conheço os homens, mais admiro os animais’. Realmente, quem pensa e vive assim, chegou ao seu limite, sendo incapaz de perceber tantas coisas maravilhosas que acontecem diariamente ao nosso redor. São movidos pelas trevas, pelo espírito do mal, e, agindo assim, negam a bondade e a misericórdia de Deus, que continua acreditando e apostando no ser humano.

Tempo de esperança, é tempo de acreditar na vida, na mudança, na transformação. Sempre existe uma saída. Mesmo quando tudo parece perdido, surgem luzes no fundo do túnel. O que nos move é a certeza de um amanhã que poderá ser bem melhor do que o hoje, e, isso depende, em grande parte de cada um de nós. Nós somos os seres a quem Deus confiou uma série de qualidades, chamados a fazer frutificar estes dons, em obras concretas e em prol de um mundo melhor. Somos desafiados a olhar ao nosso redor, com um jeito positivo de ser e de encarar as inúmeras adversidades que surgem em nossa caminhada. Dentro de cada um de nós existe uma força poderosa que nos move e que nos impulsiona e que nos faz avançar sempre em frente.

Tempo de esperança e de viver, pois o Senhor está vindo novamente, e, com ele, renasce a certeza de um mundo mais humano e mais irmão. Cada um é chamado a fazer a sua parte, abrindo-se ao outro, fazendo da sua vida, um facho de luz, assim como Jesus, que disse: ‘eu sou a luz do mundo. Quem me segue, não andará nas trevas, mas terá a luz da vida’. Vamos acreditar e ousar, espalhar a esperança na certeza de tempos melhores.

Publicado na edição 1289 – 25/11/2021

VEJA TAMBÉM