Corpo de mulher encontrado no Thomaz Coelho é identificado

Foram encontrados preservativos, cachimbos e um canivete com manchas de sangue próximo ao corpo
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email
Corpo de mulher encontrado no Thomaz Coelho é identificado
Foram encontrados
preservativos, cachimbos e um canivete com manchas de sangue próximo ao corpo

 

O corpo de uma mulher encontrado em um matagal na rua Castelo Branco, no bairro Thomaz Coelho, próximo à empresa Cassol, foi identificado. A situação aconteceu na manhã de sexta-feira, 10 de agosto, às 9h10.

A polícia recebeu a informação via denúncia anônima. Com isso, policiais militares foram até o endereço indicado e patrulharam toda a extensão, mas, por tratar-se de mata densa, sem pontos de referência, a equipe demorou mais de uma hora até encontrar o corpo que estava na beira da via, em uma valeta com galhos em cima.

Quando os PM’s localizaram o cadáver, isolaram o local e acionaram os órgãos competentes. Nos bolsos da calça que a mulher vestia, foram encontrados vários preservativos, assim como cachimbos. Ao lado do corpo havia um canivete com marcas de sangue.

O corpo estava com cerca de 5 golpes de arma branca no pescoço e mais 4 no peito. Peritos informaram preliminarmente que a vítima deve ter sofrido para morrer, visto que os golpes não acertaram o coração e nenhuma veia jugular no pescoço da mulher. Ainda, havia indícios de que ela foi arrastada até o local em que foi encontrada e possivelmente deve ter sido assassinada na noite anterior.

Como havia alguns galhos em cima do corpo, há probabilidade de que no laudo pericial conste também ocultação de cadáver, conforme informou o delegado de Polícia Civil, João Marcelo Renk.

No Instituto Médico Legal, a mulher foi identificada como Deigla Ceridiane Machado, 25 anos. A Delegacia de Araucária instaurou inquérito para apurar o caso, mas ainda não tem maiores informações sobre o homicídio.

Foto: Marco Charneski

Publicado na edição 1126 – 16/08/18