Compartilhe esta notícia

Escola Pedro Biscaia também produziu jornal - notícias da Geral  - O Popular do Paraná
Alunos e pais se emocionaram no dia da entrega

A Escola Municipal Pedro Biscaia, no bairro Campina da Barra, também começou a fazer parte do projeto Minha Escola é POP, criado pelo Jornal O Popular. Na terça-feira, 9 de dezembro, a instituição lançou a primeira edição do seu informativo, o Pedrão Notícias, que foi produzido por 100 alunos, do 2º ao 5º anos, no contraturno escolar. O trabalho de produção foi coordenado pela professora de alfabetização Alexandra Padilha Bueno, que também coordena o projeto Mais Educação. “A produção de um jornal escolar é uma das linhas do projeto e o trabalho veio para materializar tudo que foi tratado ao longo do Mais Educação. Lançamos a proposta e o diretor Hector Paulo Burnagui nos deu total apoio. Depois os alunos elaboraram uma pauta com os assuntos que gostariam de abordar no jornal, coletaram as informações, escreveram e finalmente a edição foi concluída”, conta Alexandra.

No dia da entrega do primeiro exemplar do Pedrão Notícias, tanto as crianças quanto os pais que estavam presentes na escola, se emocionaram muito. “Desde que começamos os trabalhos os alunos se mostraram muito empenhados, cada turma se encarregou de fazer uma reportagem diferente e no dia do lançamento foi muito bom vê-los procurando seus nomes no expediente, procurando seus textos, mostrando para os colegas. Os pais então, nem se fala, foi visível o orgulho que sentiram dos seus filhos”, conta Alexandra.

Ainda de acordo com a coordenadora, o projeto começou há dois meses e já foi possível perceber que o comportamento dos alunos melhorou muito. “Eles começaram a participar mais em sala de aula, melhoraram a capacidade de argumentação, a produção e a clareza de ideias, eles se tornaram mais sociáveis, menos tímidos. Foi incrível e esperamos que o projeto continue em 2015”, comemora Alexandra.

Para o diretor do Popular, Carlos do Valle, o objetivo do projeto Minha Escola é POP é estimular o gosto pela leitura e desenvolver o senso crítico nas crianças. “Nas escolas onde o projeto foi implantado já foi possível perceber uma melhora significativa na atitude pró-ativa dos alunos. Por isso, devido aos benefícios que o projeto vem apresentando, pretendemos dobrar o número de escolas participantes no próximo ano”, disse.

Texto: Maurenn Bernardo / Fotos: Willian Barboza

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio