Compartilhe esta notícia
Estudante araucariense participará de seletiva para a Olimpíada Internacional de Astronomia - notícias da Geral  - O Popular do Paraná
Estudante Thais se destacou entre milhares de alunos. Foto: Everson Santos

Araucária poderá ter uma representante na Olimpíada Internacional de Astronomia (OIIA) 2020. Isso mesmo! Thaís Pedrosa, 13 anos, aluna do 9º ano do Colégio Marista Sagrado Coração de Jesus, foi convidada a participar da seletiva brasileira da competição. Ela será a única estudante de Araucária a participar. A data e o local das provas presenciais que ela terá que fazer ainda não foram definidas. Thais vai enfrentar o simulado e as provas online, a partir de setembro.

O caminho que a jovem terá que percorrer até conseguir chegar entre os finalistas será árduo, pois ela irá competir com milhares de candidatos. No entanto, se diz confiante e feliz com essa possibilidade. “Sempre gostei de ciências, e no ano passado o colégio inscreveu todos os alunos na Olimpíada Brasileira de Astronomia, até então eu não sabia da existência dessa competição. Eu fiz a prova junto com todos e achei bastante interessante. Este ano o colégio inscreveu todos os alunos novamente, e agora já tinha conhecimento de como funcionava. Achei muito legal o conteúdo abordado”, relatou a aluna, que estuda no Marista desde o primeiro ano do ensino fundamental.

Ela comentou ainda que passar nesta fase da Olimpíada representa uma conquista pessoal e, principalmente da família, que nunca mediu esforços na sua educação. “Sinto-me realizada com esse resultado e sempre tentarei dar o meu melhor, retribuindo a todos o que fizeram por mim para chegar até aqui. Sou grata!”.

Incentivo

A diretora do Colégio Marista Sagrado Coração de Jesus, Danielle Barriquello destacou que a instituição, dentro do seu projeto pedagógico, sempre incentiva os alunos na participação destas Olimpíadas, primeiramente porque tem professores desejosos em aprender, investigar e testar seus ensinos.

“Esta é uma grande questão, o professor se colocando, também, a serviço destas olimpíadas. O corpo docente tem que se envolver nestas questões e a escola apoiar, dar incentivo. Outro ponto importante desta participação é quando olhamos um currículo que valoriza todos as áreas, onde a ciência ocupa um espaço nobre no currículo. Sabemos que os clássicos são a língua portuguesa e a matemática, mas o campo das ciências também precisa ser mais valorizado”, pontuou a diretora.

Sobre a OIAA

A Olimpíada Internacional de Astronomia acontece desde 2007 e faz parte das Olimpíadas Internacionais de Ciências. A 13ª edição da OIAA está acontecendo na Hungria desde o último dia 2 de agosto e termina no dia 10. Para participar da competição é preciso ter passado nas etapas da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1177 – 22/08/2019

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio