Evandro Leão: Horas Repetidas – Numerologia

Imagem de destaque - Evandro Leão: Horas Repetidas – Numerologia
Foto: Divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Já ficou curioso com o fato de bater os olhos aleatoriamente no relógio e sempre ver uma mesma hora: 11:11, 13:13, 12:12, 22:22… E parece obra do acaso, pois nem sempre sua intenção era saber o horário quando avistou a combinação repetida. Só “do nada” você dá uma olhadinha e mira em números que se repetem às vezes por dias, semanas ou até anos. Mas o que o ponteiro do relógio e esses dígitos que praticamente saltam à sua frente querem te dizer?

A numerologia é uma forma de entender a vida e a espiritualidade por meio dos números, é como se cada um deles tivesse uma mensagem do Universo, a senha para alguma superação da sua vida, ou uma dica para alguma questão importante do seu momento. Quem propôs muitos ensinos sobre os recadinhos dos números foi o filósofo grego Pitágoras, que viveu aproximadamente entre 570 a.C. e 495 a.C., famoso pelo Teorema de Pitágoras na Matemática.

Pitágoras acreditava que os números continham a essência de todas as coisas e que o universo poderia ser descrito por eles. A partir daí surgiu a base da numerologia pitagórica.

E o curioso é que números sempre estiveram de algum jeito evidentes em nossa trajetória espiritual: no Cristianismo – “Deus formou o mundo em 7 dias: no dia 1 Deus criou a luz, o dia e a noite; no dia 2 Deus criou o firmamento e separou as águas das águas… no dia 6 Deus criou os animais da Terra e as pessoas, e no dia 7 Deus tirou uma soneca.” Iorubás (cultura africana) – o homem permeia ao longo da vida a possibilidade de confrontar 16 Odus (Caminhos – Destinos) em que cada um há a representação de indicações, cuidados e instâncias da vida, que pedem a atenção de determinados Orixás daquele Odu (1, 2, 3, 4…) e que são identificados pelo jogo de Búzios (Merindilogun) dentro da cultura do candomblé.

Para a numerologia, de forma resumida, os números têm os seguintes significados:

1: unidade, criação, independência, iniciativa;

2: dualidade, parceria, casal, equilíbrio;

3: comunicação, expressão, criatividade;

4: estabilidade, ordem, segurança;

5: liberdade, mudança, transformação;

6: família, cuidado, amor ao próximo;

7: espiritualidade, reflexão, estudo, intuição;

8: poder, sucesso, dinheiro;

9: compaixão, desapego, humanitarismo.

Ainda existem alguns números considerados mestres: 11, 22, 33… aconselho a pesquisa sobre eles.

A partir deste momento da leitura, convido você a começar a perceber os números que te rodeiam. Pitágoras encontrou um alfabeto numérico compreendido de 1 a 9, e toda vez que você observar um número grande, faça sua redução até ficar entre 1 e 9 e pesquise sobre o seu significado. Exemplo: 123 – 1+2+3= 6 (amor ao próximo). Comece entendendo o que o número que se repete no seu relógio traz em sua energia e analise o seu momento de vida. Também analise sua data de nascimento, o número da sua casa, identifique quais energias  numéricas rodeiam sua vida e seu bem-estar?

Você descobrirá um mundo repleto de senhas e códigos que te aproximam ainda mais de Deus e do Universo. No dia 6 Deus criou o homem, e pela numerologia Pitagórica, esse número remete ao “amor ao próximo”. Desejo uma semana com a calculadora na mão. Sigam-me no @tarodafortuna.