Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Fardado, o garotinho Davy fez pose para tirar foto com os “amigos” da PM. Foto: divulgação

Após enviar uma cartinha para a Polícia Militar de Araucária pedindo uma farda de presente, o pequeno Davy Lucca Barros Machado, de apenas 6 anos, visitou, pela primeira vez, a sede da 2ª Cia, na manhã de sábado, 20 de novembro. Mas antes disso, o Cabo Pereira e o Soldado Pedroso fizeram uma visita surpresa à casa do garotinho, no jardim Iguatemi, para entregar a fardinha. E foi lá que fizeram o convite para o Davy conhecer a sede da PM.

O garotinho não se conteve de emoção, usando seu novo uniforme, conheceu a sede da PM, conversou com vários policiais, entrou na viatura, usou o rádio comunicador, e fez pose para tirar fotos ao lado dos “amigos fardados”. “Recebemos muitos pedidos de fardas por parte de crianças, mas cartinhas nem são tantas. A do Davy nos chamou a atenção. É muito gratificante, quase no final da minha carreira, saber que estamos plantando sementes boas para as novas gerações”, disse o Cabo Pereira.

Na cartinha, o pequeno Davy não pediu apenas a farda, mas expressou todo seu reconhecimento e admiração pela PM e o seu desejo em usar um uniforme igual aos policiais, para expressar tudo isso. E foi esse amor expressado em poucas linhas que motivou o Cabo Pereira e o Soldado Pedroso a providenciarem a ação para confeccionar a farda infantil e presentear o menino.

A mãe Evelin contou que o filho sempre foi apaixonado pela polícia. “Meus irmãos trabalham com segurança e quanto o Davy tinha uns 3 aninhos, ele viu uma abordagem policial e fez biquinho pra chorar, ficou com medo, então eu expliquei pra ele sobre o trabalho da PM e, desde então, ele passou a admirar os policiais. Toda vez que enxergava uma viatura da PM ou da Guarda Municipal ele cumprimentava os agentes ou pedia que eu o levasse pra conversar com eles”, relatou.

Evelin disse ainda que o filho ficou tão feliz que não quer mais tirar a farda. “Ele veste todo dia e diz que quer ser um policial e prender os bandidos Como mãe, eu o incentivo, porque ele está se inspirando em pessoas honestas, que protegem a sociedade”, falou a mãe.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1289 – 25/11/2021

VEJA TAMBÉM