Grande procura pelo Parque Cachoeira reforça a necessidade de novos espaços de lazer | O Popular do Paraná
Compartilhe esta notícia:
Grande procura pelo Parque Cachoeira reforça a necessidade de novos espaços de lazer
Quando concluído, o Parque Passaúna será mais uma opção de lazer para os araucarienses. Foto: Marco Charneski

A busca acentuada da população pelo Parque Cachoeira, que recentemente passou por uma revitalização e ficou ainda mais atrativo, trouxe à tona o problema da falta de pontos de lazer na cidade. O grande movimento que tem sido registrado no local, demonstra a necessidade urgente de se oferecer para a comunidade novos espaços, a exemplo do Parque Passaúna, que também passa por um processo de revitalização. Porém, segundo a população, lá as obras caminham a passos lentos. “Costumo vir no Parque Cachoeira praticar atividades físicas, mas ultimamente tem tantas pessoas frequentando, que dá um certo medo na gente, por conta da pandemia. Se tivéssemos outros espaços seria muito melhor”, comentou uma frequentadora do parque.

Outro frequentador disse que costuma correr ao parque com certa frequência, no entanto, tem notado o grande número de pessoas que buscam o espaço, o que tem tornado a atividade impraticável. “Apesar das reformas, o parque continua desorganizado, tem espaço para ciclistas, caminhada e corrida, mas a sinalização deixa a desejar. As áreas destinadas à prática de vôlei também estão sempre lotadas, mas isso só mostra que a população está carente de novos espaços de lazer”, observou.

Sobre a revitalização do Parque Passaúna, a Prefeitura explicou que as obras não estão paradas e adiantou que nos próximos dias será iniciada a pista de caminhada, no entorno do campo. As demais obras, de maior porte, deverão começar após a conclusão do processo licitatório, que já está em trâmite. A revitalização total deve levar cerca de um ano para ser concluída.
No projeto está incluída a construção da pista de caminhada, churrasqueiras, iluminação do parque, estacionamento, parque infantil, academia ao ar livre, quadras poliesportivas (incluindo duas de vôlei), cercamento frontal e lateral do espaço. Os recursos são do próprio Município.

Texto: Maurenn Bernardo

Publicado na edição 1245 – 21/01/2021

Compartilhe esta notícia: