Araucária PR, , 24°C

Grupo tenta atear fogo em ônibus e DP investiga participações

Os indivíduos que atearam fogo no ônibus conseguiram fugir
Grupo tenta atear fogo em ônibus e DP investiga participações
Os indivíduos que atearam fogo no ônibus conseguiram fugir

Uma viatura da Guarda Municipal que realizava patrulhamento de rotina no jardim Tupy, na noite de quinta-feira da semana passada, 30 de março, por volta das 20h, deparou-se com alguns elementos que cercaram um ônibus Triar na rua Prímula. Eles exigiram que os passageiros descessem e logo em seguida jogaram algo inflamável no painel do veículo.
Frente à situação, a dupla de guardas foi para dentro do coletivo com o extintor da viatura e com mais o extintor do ônibus conseguiram apagar o princípio de incêndio. Devido à ação rápida dos guardas, as chamas foram contidas antes do fogo propagar-se. Por isso, não foram causados danos significativos ao veículo.
De acordo com um GM, como os guardas deram prioridade em apagar o fogo não puderam deter os vândalos que fugiram do local. Ainda, segundo ele, este foi um fato isolado das manifestações que estavam acontecendo na última semana devido à retirada da linha de ônibus Pinheirinho. Porém, na ocasião, os indivíduos “aproveitaram a deixa” para fazer pressão sobre a situação que tem gerado exaltação pelos moradores do bairro Campina da Barra.
Conforme informações repassadas pela Delegacia de Polícia Civil de Araucária, está sendo averiguada a participação de líderes comunitários do Tupy no princípio de incêndio ao ônibus. “Houve uma ameaça ao diretor da Companhia Municipal de Transporte Coletivo de Araucária (CMTC) e logo após isso a ocorrência no coletivo aconteceu. Não podemos dizer que os fatos tem ligação, mas estamos investigando”, afirmou o delegado Messias da Rosa.
Ainda, na mesma noite, mas um pouco mais tarde, por volta das 22h30, na rua das Flores, entre o jardim Turin e o Tupy, um indivíduo mascarado em posse de uma faca adentrou em um ônibus e anunciou um assalto. Ele roubou alguns trocados, cerca de R$ 150,00, e na fuga desferiu um golpe com a arma no motorista, atingindo-o no abdômen. Por sorte, os ferimentos foram apenas superficiais e não tiveram gravidade. O motorista foi socorrido, os médicos realizaram a sutura nos cortes e ele em seguida foi liberado.
Nesta situação, a Guarda Municipal também foi acionada, mas como o fato aconteceu rapidamente, o elemento já havia evadido-se.

Foto: Divulgação

Leia outras notícias