Hissam atende a pedido de sua base e pacote que reforma previdência e carreira de servidores volta pra Prefeitura

Hissam atende a pedido de sua base e pacote que reforma previdência e carreira de servidores volta pra Prefeitura
Foto: Divulgação
Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

O prefeito Hissam Hussein Dehaini participou na tarde desta terça-feira, 15 de agosto, de uma reunião com vereadores que integram sua base de apoio na Câmara, bem como representantes do Sifar, Sismmar e do Fundo de Previdência Municipal de Araucária (FPMA).

O encontro aconteceu na sala da presidência da Câmara de Vereadores e foi promovido pelo presidente da Casa, Ben Hur Custódio de Oliveira, com o objetivo de entender os argumentos dos representantes das entidades sindicais e do FPMA, que são contrários ao pacote de leis propostos pelo Poder Executivo para reformar a previdência e a carreira dos servidores públicos municipais. Da reunião também participaram Irineu Cantador, Vilson Cordeiro, Celso Nicácio, Pedrinho da Gazeta e Ricardo Teixeira.

Após ouvir os argumentos das entidades sindicais e do FPMA, Hissam fez um apanhado rápido das motivações que fizeram com que sua administração optasse pela contratação da Fundação Instituto de Administração (FIA), que é a mentora intelectual dos estudos que foram transformados em oito projetos de lei, os quais estão agora em tramitação pela Câmara. “Nosso objetivo com esses projetos é evitar que o servidor seja prejudicado num futuro próximo. Nós não queremos que essa cidade chegue a um ponto que não consiga sequer pagar o salário dos servidores. E eu estou propondo essas leis pensando nos futuros prefeitos. Porque eu só tenho mais um ano e quatro meses de governo. A partir de 2025 eu não sou mais prefeito e não tenho interesse em disputar outros cargos políticos fora de Araucária”, explanou.

Hissam atende a pedido de sua base e pacote que reforma previdência e carreira de servidores volta pra Prefeitura

Após verbalizar as motivações de sua administração para proposição do pacote de leis, Hissam propôs aos sindicatos e à direção do FPMA um tempo extra para análise e discussões das matérias que estão em tramitação pela Câmara “Atendendo a um pedido do Ben Hur e dos vereadores que integram a minha base aqui na Câmara, vou retirar essas leis para que vocês (sindicatos e FPMA) discutam com os técnicos da Prefeitura, da FIA e com os vereadores”, explicou.

Esse tempo “extra” para discussão foi estipulado inicialmente em três meses. “Nesses três meses vocês conversam com o pessoal da FIA, tiram suas dúvidas, propõem o que tem que propor e depois disso a gente remete os projetos de lei novamente à Câmara para votação”, pontuou.

Ainda pelo que ficou estipulado na reunião de hoje, as conversas serão conduzidas por um grupo temático do qual participarão representantes dos sindicatos, do FPMA, da Câmara e da Prefeitura. Um encontro a ser realizada ainda esta semana deve definir um cronograma de trabalho dessa comissão. “Acredito que é uma solução consensual neste momento. O prefeito Hissam teve a sensibilidade de retirar os projetos de tramitação para que façamos essa discussão complementar. Por meio do diálogo conseguimos um acordo que vai para o bem comum de toda a nossa cidade”, analisou Ben Hur.

Retorno aos trabalhos

Com o acordo celebrado, os sindicatos se comprometeram a encerrar a greve, que foi iniciada hoje. Com isso, todos devem retornar aos trabalhos já amanhã (16). As negociações acerca da compensação do dia não trabalhado nesta terça-feira ficou para um segundo momento, mas a tendência é que haja um acordo para não efetivação do registro de falta para esses servidores.

Compartilhar
PUBLICIDADE