A Comunidade Cristã Cordeiros da Obra de Deus será inaugurada no Município, com o objetivo de apresentar aos araucarieneses a pregação evangélica inclusiva. O termo é a base da doutrina da denominação, que tem os LGBTs e familiares como principal público. O grande culto de inauguração e consagração será no próximo dia 20 de maio, sexta-feira, às 18h30 e o endereço da sede é rua Paraíba, 247, bairro Iguaçu.

Sandra Mara Cordeiro e Dionei Josiel de Lima serão os líderes da nova Igreja, ela como presidente e ele como vice. Ambos são homossexuais e serão consagrados pastores durante o culto de inauguração. “As denominações cristãs têm muitos pontos de vista sobre questões relacionadas a orientação sexual e a homossexualidade, que vão desde a condenação definitiva à aceitação completa. Acreditamos que a salvação vem através da graça divina, independente de raça, identidade de gênero ou orientação sexual. Deus não faz acepção de pessoas”, diz Sandra.

Ela salienta que em Araucária existe uma população expressiva de LGBTs e estes precisam conhecer o Reino de Deus. “Precisamos falar de salvação para essas pessoas, porque a vida com Deus já é difícil, sem Ele é muito mais. Nossa Comunidade não vai excluir ninguém, todos serão bem vindos”, afirmou.

Sandra lembra que há relatos da existência de outra igreja inclusiva no Município. “Acreditamos que seremos os primeiros a abrir uma comunidade cristã nesse modelo, uma Igreja que visa somente a expansão do Reino de Deus. E para que esta expansão aconteça, exige- se que o corpo crie métodos de forma saudável e ordenada. Buscamos sempre a excelência que vem do próprio Deus para exercermos a sua vontade aqui na Terra. Acima de tudo, acreditamos no amor incondicional de um Deus que não faz acepção de pessoas. Quando entregamos a nossa vida para Jesus, morremos para o mundo”, considera Sandra, que faz um convite a toda população de Araucária para participar do grande culto de inauguração.

Texto: Maurenn Bernardo

VEJA TAMBÉM

Compartilhe