Compartilhe esta notícia

O Instituto Médico Legal já identificou o corpo carbonizado que foi encontrado no dia 6 de julho, em um terreno localizado às margens da Rodovia do Xisto, no bairro Sabiá. O cadáver, cujos indícios apontavam para um homicídio violento e cruel, foi localizado por dois homens que faziam a limpeza do terreno.

Ao lado do corpo havia uma carteira de identidade que seria da vítima, mas não foi possível confirmar no local do crime, devido ao estado de decomposição. Porém, as suspeitas de que seria o jovem Guilherme de Oliveira, 25 anos, que estava desaparecido desde o dia 17 de junho, foram confirmadas pelo perito do IML.

Publicado na edição 1222 – 23/07/2020

Compartilhe esta notícia
Fechar anúncio