Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Fórum com Crianças apresentou propostas de transformação práticas e criativas idealizadas pelos estudantes para mudar o mundo. Foto: Marco Charneski

Muito tem se falado sobre empatia nos últimos tempos. O termo recebeu maior relevância e consiste na capacidade psicológica de entender a realidade dos outros, sem necessariamente vivê-la. Disposta a desenvolver iniciativas a partir de uma nova perspectiva, consciente de que apenas se colocar no lugar do próximo não é o suficiente, a rede de Colégios Marista apresentou em um evento online, na última terça-feira, 26 de outubro, o IV Fórum com Crianças.

Nele foram mostradas propostas de transformação práticas e criativas, idealizadas pelos estudantes, para mudar o mundo dentro do Projeto de Intervenção Social da instituição, o PIS. Em 2021, o foco principal do projeto foi a empatia. O tema escolhido para a 4ª edição foi “Eu me vejo em você”, em referência ao momento histórico vivido pela sociedade. Dentre as intervenções trabalhadas pelos estudantes araucarienses estão: As tampinhas do bem – Coleta de tampinhas para ONGs, Todos contra o Bullyng na escola, Testes de cosméticos em animais e muitos outros.

O projeto foi desenvolvido em turmas de 1° ao 5° anos. A professora e auxiliar na coordenação do Fundamental 1 no Marista Sagrado Coração de Jesus, Danielle de Mello Ferreira, conta que as crianças iniciaram o ano letivo ansiosas para o desenvolvimento desta ação. Ainda segundo ela, as iniciativas são pautadas em pesquisas, possuem começo e um meio, porém não tem fim pré-definido, pois são pensadas a longo prazo. “É de grande importância para as crianças desenvolverem projetos de intervenção social, pois isso faz com que cada indivíduo dentro e fora do ambiente escolar, analise, pense, discuta e participe ativamente de uma transformação na sociedade em que vive”, reforça Danielle.

Matheus Golin Stadler, aluno do 5º ano, desenvolveu um projeto relacionado aos dados da Covid-19 e adorou a experiência. “Achei divertido e interessante, pois teve o envolvimento de muitas pessoas e todos puderam opinar”, diz o jovem. Eloisa Martins Pedrosa, também estudante do 5° ano, dedicou sua proposta criativa no quadro da Covid-19 no Brasil, onde informa e conscientiza a população sobre a pandemia. “Foi uma experiência muito legal. Ficamos à frente do que estava acontecendo e pudemos compartilhar nossos aprendizados com outras pessoas”, destaca a estudante.

Conheça mais sobre os projetos da rede Marista na plataforma https://maristalab.com.br/eu-me-vejo-em-voce/

Texto: Katty Ferreira

Publicado na edição 1285 – 25/10/2021

VEJA TAMBÉM