Moça espancada depois de atender cliente | O Popular do Paraná
Compartilhe esta notícia:

Uma verdadeira barbaridade. Só isso explica o que um cliente fez com uma garota de programa na noite de segunda-feira, 7 de setembro, em um matagal na rua João Kmiecik, próximo ao Portal Polonês, no bairro Barigui. D.S.R.C., 23 anos, moradora da Cidade Industrial de Curitiba, teria saído com seu próprio carrasco que, após consumar o programinha, a trouxe para Arau­cária e, não satisfeito, a levou para um lugar ermo e escuro, a estuprou e depois a agrediu com violência, dando socos e chutes na cabeça.

Segundo a polícia, o agressor chegou a quebrar o nariz da vítima, deu vários socos em sua boca e quebrou seu braço direito. Após ser espancada, ela acabou desmaiando. Ao perceber que a moça estava desfalecida, o homem achou que ela estivesse morta e a arrastou para o meio do matagal, abandonando-a por lá.

Já era final da tarde de terça-feira, dia 8, quando moradores da região ouviram gritos de socorro vindos do mato e chamaram a Polícia Militar. Os policiais encontraram D. muito machucada, fraca por ter perdido muito sangue e com hipotermia porque tinha tomado muita chuva. A moça foi levada para a UPA e depois encaminhada ao Hospital do Trabalhador, em Curitiba, pois apresentava ferimentos graves.

Compartilhe esta notícia:


Aproveite, cadastre seu email para receber novidades!