Pesquisar
Close this search box.

Notas Políticas – Aprovados

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Em sessão ordinária realizada nesta terça-feira, 20 de dezembro, a Câmara de Vereadores concluiu a votação de três projetos – digamos assim – polêmicos. 1) revisão do número de vereadores para a próxima legislatura de onze para treze; 2) revisão do valor dos salários dos vereadores a partir de 2025 dos atuais R$ 9.584,45 para R$ 12.661,10 e previsão de pagamento de 13º salário e férias proporcionalmente indenizadas; 3) reajuste do valor dos subsídios do prefeito de R$ 17.940,27 para R$ 28 mil e do vice de R$ 13.421,31 para R$ 20.900,00. Assim como aconteceu em primeira votação, todos os três projetos receberam o apoio dos onze vereadores.

A única novidade mesmo nesta segunda votação foi a correta inclusão da emenda que estabeleceu que o novo salário de prefeito e vice valeria apenas a partir de 2025, quando se inicia um novo mandato. O texto original havia estipulado que os novos salários para os chefes do Executivo passariam a valer já a partir de janeiro de 2023, o que – com certeza – poderia ser questionado.

Como não poderia deixar de ser os projetos que reajustaram os vencimentos dos detentores de cargos eletivos no Município receberam muitas críticas. Isto, infelizmente, mostra o desgaste da classe política local. Mas, onde alguns veem um problema, é possível também enxergar uma oportunidade. Logo, se você considera que os políticos atuais não merecem ser bem remunerados, eis a chance de começar a pensar – desde já – em alternativas a eles para as próximas eleições. E talvez a alternativa seja você mesmo. Exatamente! Vai saber se não é você que Araucária anda precisando para dar aquela alavancada que tu anda cobrando da classe política.