Pesquisar
Close this search box.

Notas Políticas: Califórnia

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

Mais uma etapa do processo de licitação para escolha da empreiteira que ficará responsável pela conclusão das obras de pavimentação do jardim Califórnia foi concluída pela Prefeitura. O resultado da fase de propostas do certame foi tornado público nesta terça-feira, 2 de maio.

R$ 4,5 milhões

A empreiteira que ofereceu a melhor proposta para execução do serviço foi a Viaplan Engenharia Ltda., com o preço de R$ 4.581.640,38. O preço máximo que a Prefeitura estava disposta a pagar era de R$ 4.697.468,86.

Única

A proposta feita pela Viaplan, diga-se de passagem, foi a única neste certame. Exatamente! Nenhuma outra empresa se interessou em executar a obra. A falta de interessados para execução de obras de pavimentação não é muito comum em licitações do tipo feitas pela Prefeitura. Ou seja, a conclusão daquela obra anda tão encantada que até as empreiteiras parecem ressabiadas em pegar o serviço.

Vias

As ruas que inclusas nesse pacote são a Tesoureiro, Jaburu, Tiriva, Olinto Lemos, Bico-de-lacre, Arara, Peru, Ema, Pelicano e Domingos Martins Belo. Ao todo, a empreitada prevê a pavimentação de 16 mil metros quadrados de vias. O asfalto a ser aplicado no local é o do tipo definitivo, com serviços de terraplanagem, sinalização de trânsito, iluminação, meio-fio, galeria de águas pluviais, dentre outros.

365 dias

Se tudo ocorrer conforme o planejado, o contrato com a Viaplan deve ser assinado até o final deste mês. Depois disso, ela tem dez dias para iniciar os trabalhos e outros 365 para concluí-los. Negócio agora é ficar na torcida para que a empresa toque o projeto certinho e não faça igual as anteriores que abandonaram o serviço no meio, deixando a Prefeitura e os moradores do Califórnia na mão.

Rápida

Os vereadores se reuniram na última terça-feira, 2 de maio, para a tradicional sessão plenária semanal. Na ordem do dia, poucos projetos em votação e, como há muito não se via, nenhuma indicação submetida ao plenário. A sessão pós-feriado, aliás, foi rápida. Durou apenas uma hora.

Mais tempo

Entre os requerimentos aprovados esteve o que autorizou que as sessões da Câmara sigam sendo realizadas no plenário da OAB por tempo indeterminado. A autorização anterior se encerrava em 5 de maio.

Gabinetes

E falando em Câmara, os vereadores já começaram a ocupar seus novos gabinetes na sede do Poder Legislativo, localizada na Praça da Bíblia. O prédio começou a ser revitalizado e ampliado em 2021 e a empreiteira que executou os trabalhos concluiu a obra recentemente.

Faltou dinheiro

Ao longo da execução da reforma e ampliação da Câmara vários problemas com o projeto que embasou a licitação foram identificados. Com isso, acabou que o dinheiro inicialmente reservado para a obra e as possibilidades legais de aditivos se encerraram. Isto obrigou a direção da Câmara a encerrar o contrato com parte dos serviços sem ser executados. Obviamente, a parte não executada não foi paga.

Plenário

Parte dos serviços não realizados, aliás, incluia justamente a reforma do plenário. Por isso, a Câmara seguirá usando, pelo menos por ora, o auditório da OAB. Paralelamente a isso, a direção da Casa pretende dar andamento a uma nova licitação para contratação de uma empresa que ficará responsável pela conclusão dos serviços que tiveram que ficar de fora da contratação original.

Monitoramento

A Prefeitura acaba de firmar contrato com a empresa TSM Tecnologia e Sistemas de Monitoramento Ltda. para que toda a frota de veículos do Município passe a ser monitorada por GPS. Serão 251 automóveis monitorados ao custo de R$ 31,87 por mês/cada. Por ano, o serviço custará R$ 96 mil.

Pronto Atendimento

A Secretaria Municipal de Saúde (SMSA) publicou na semana passada um edital para contratar empresas prestadoras de serviços médicos plantonistas. A contratação suplementar foi necessária porque os últimos concursos públicos que o Município fez não atraíram interessados em trabalhar na rede pública de saúde como concursados.

Por consulta

Nesse edital estão previstos a contratação de empresas que receberão por consulta prestada. O valor estipulado de cada consulta é de R$ 35,00 para atendimentos realizados no chamado corredor/consultório da UPA. Existe também um outro tipo de consulta, cujo valor é de R$ 42,00, para aqueles atendimentos classificados como de emergência. Por ano, a previsão é contratar até 162.500 consultas, ao custo de R$ 5,7 milhões.

Por hora

Uma outra possibilidade de contratação de serviços médicos previstas nesse edital é o de plantões médicos por hora. Neste caso, a Secretaria de Saúde pagará R$ 147,00 por hora para médicos que atenderem consultas “normais” e R$ 176,40 para aqueles médicos que atuarem nos setores de emergência da UPA. O custo dessas contratações aos cofres públicos é de até R$ 9,8 milhões ao ano.

Street Mall

Araucária deve ganhar ao longo dos próximos meses seu primeiro Street Mall, uma espécie de centro comercial de rua. Em Curitiba eles se tornaram bem comuns ao longo dos últimos anos.

Centro

Este primeiro Street Mall de Araucária será erguido na região Central, bem na esquina da rua São Vicente de Paulo com Rodolfo Hasselmann.

9 lojas

O projeto prevê a construção de nove lojas, com tamanhos que variam de 65 a 225 metros quadrados. A área total construída é de cerca de mil metros quadrados. As operações que ocuparão esse centro comercial ainda não estão definidas.

Edição n. 1361