Pesquisar
Close this search box.

Oficina de Arte da Escola Elírio proporciona vivência e experiência que ajudam na aprendizagem

Facebook
LinkedIn
WhatsApp
Telegram
Email

A arte é uma linguagem única e quando a escola oferece momentos para produzi-la, é possível que elas marquem qualquer sonho de infância. Na Escola Municipal Elírio Alves Pinto, esses períodos são supervalorizados através da Oficina de Arte, criada em 2021, para estimular a criatividade, a autonomia e a sensibilidade das crianças. Vinculada à Jornada Ampliada, a oficina torna evidente que o ser humano é capaz de aprender por meio dos sentidos. “Partindo desse princípio, os estudantes, em contraturno escolar, se encontram uma vez por semana para participar das experiências promovidas pelos cursos de Desenho com a professora Neide Fior, de Teatro com o professor Robledo de Deus e de Arte de Contar Histórias com a professora Selma Soczecki Leal. Tem sido uma experiência maravilhosa para as crianças”, diz a diretora Aline Baur.

Ela lembra que um dos ingredientes básicos das vivências criadoras promovidas nos cursos é a relação entre os estudantes e seu meio, onde o encontro das representações artísticas procura aguçar a criatividade, a imaginação, as percepções, as intuições e os afetos que se comunicam pelo desenho, pelo corpo e pela arte da palavra oral. No curso de Desenho, por exemplo, a professora Neide Fior busca propor uma experiência estética para aqueles que desejam explorar seu potencial artístico de maneira divertida e inovadora.

“Com foco na expressão individual, os estudantes têm a oportunidade de entrar em contato com o mundo da arte através de técnicas variadas. Através dessas atividades eles são encorajados a soltar a imaginação e criar obras incríveis, desenvolvendo habilidades artísticas únicas. É um curso que inspira e instiga a criatividade, permitindo que cada estudante produza trabalhos verdadeiramente espetaculares. Cada rabisco é uma descoberta, cada pincelada é uma aventura, e juntos, eles mergulham em um universo onde tudo é possível”, destaca a diretora.

Oficina de Arte da Escola Elírio proporciona vivência e experiência que ajudam na aprendizagem
Na oficina as crianças aprendem a ser contadoras de histórias.

O Teatro com o professor Robledo guia os pequenos atores em um mundo de histórias encantadoras e personagens cativantes. Através de jogos teatrais, improvisações e ensaios, eles aprendem a se expressar, a trabalhar em equipe e a explorar suas habilidades criativas de forma única.

No curso “Arte de Contar Histórias” os estudantes entram em contato com a sabedoria ancestral contida nos contos de tradição oral, e por meio deles os conhecimentos e os afetos vão sendo ressignificados no diálogo das vivências dos personagens com as histórias de vida de cada estudante. A música, a dança, as brincadeiras vivenciadas durante os encontros do curso fazem despertar a sensibilidade do corpo dos estudantes, futuros contadores de histórias, uma vez que o objetivo é promover a criança como contadora de histórias.

“Além de trabalhar com os contos ficcionais, esse ano o curso ‘Arte de Contar Histórias’ está envolvido num projeto em parceria com o Museu do Holocausto de Curitiba. Por meio desse projeto, alguns estudantes contadores de histórias estão preservando a história e a memória de sobreviventes. É o caso do estudante João Lucas Ribeiro Santos que escolheu a história de Moises Jakobson, um guerreiro sobrevivente que, após passar pelas perseguições nazistas, veio para a cidade de Araucária e aqui desenvolveu vários trabalhos nas escolas do município”, ilustra Aline.

Oficina de Arte da Escola Elírio proporciona vivência e experiência que ajudam na aprendizagem
Oficina de Arte da Escola Elírio proporciona vivência e experiência que ajudam na aprendizagem 1

Ela diz ainda que a comunidade escolar aprova e valoriza o trabalho desenvolvido na Jornada Ampliada, pela Oficina de Arte. “Os pais e responsáveis ficam encantados com a forma como seus filhos se envolvem nas atividades e os progressos que os mesmos apresentam, inclusive em sala de aula, como apontam vários professores da escola. A Oficina de Arte é um verdadeiro tesouro, um refúgio de criatividade, imaginação e aprendizado. E que sorte têm os estudantes da Escola Elírio Alves Pinto por fazerem parte dessa Jornada Ampliada, que vai além das paredes da sala de aula e proporciona momentos inesquecíveis de emoção, diversão e transformação. Que essa iniciativa continue a inspirar e encantar a vida dessas crianças, ajudando-as a descobrir todo o potencial que possuem e a pintar suas próprias histórias com as cores mais vibrantes”, completa Aline.

Edição n.º 1380